Exército apreende quase duas toneladas de maconha em fronteira sul-matogrossense

Operação Ágata Fronteira Oeste II

Publicado em 04/06/2024 11h03 | Atualizada em 04/06/2024 13h45

Comando Militar do Oeste

 

 

 

Campo Grande (MS) – Tropas da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada apreenderam 1,7 toneladas de maconha na rodovia 166, no município de Maracaju (MS). Realizada durante a Operação Ágata Fronteira Oeste II, a ação teve início quando um veículo com placa adulterada foi parado por militares do 20º Regimento de Cavalaria Blindado. Conforme previsão legal, o Exército Brasileiro possui poder de polícia na faixa de fronteira, e a área que fica entre Brasil, Paraguai e Bolívia é, historicamente, uma área de intensa atividade ilícita.

Operação Ágata Fronteira Oeste II
A Operação Ágata Fronteira Oeste II é uma ação integrada que reforça a presença do Estado na região de fronteira, contribuindo para a segurança e bem-estar da população e para a redução de crimes e delitos. A Operação reúne Forças Armadas, Polícia Federal, Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Agência Brasileira de Inteligência, Secretaria Nacional de Políticas Penais, além das secretarias de segurança pública, polícias civis e militares estaduais e Gabinetes de Gestão Integrada de Fronteiras e Divisas.

Com cerca de 2 mil militares em permanente estado de prontidão, a Operação vem produzindo resultados expressivos para a sociedade. Nos primeiros seis meses, as ações já causaram um prejuízo de mais de R$ 375 milhões, graças às informações do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON) e às ações estratégicas e diplomáticas entre os países.

Disque-denúncia
O sucesso da Operação depende da colaboração de todos. Por isso foi disponibilizado um serviço de disque-denúncia por meio do telefone 0800 358 0007. As ligações não têm custo para o cidadão e funcionam de forma ininterrupta, respeitando-se o anonimato.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército e Comando Militar do Oeste

Conteúdo Relacionado