Exército e voluntários civis organizam comboios que levam toneladas de suprimentos ao RS

Operação Taquari 2

Publicado em 15/05/2024 09h50 | Atualizada em 15/05/2024 17h43

Brasília (DF) – O Exército está mobilizando recursos para coletar doações de voluntários por todo o país e encaminhar os materiais às áreas mais necessitadas no Rio Grande do Sul. Na última semana, um grande carregamento partiu de Brasília, chegando nesse dia 15 de maio à Porto Alegre. O esforço da sociedade civil em parceria com o poder público tem sido decisivo para levar ajuda humanitária às vítimas das enchentes.

No Rio de Janeiro, as doações continuam chegando a diversas organizações militares. O Palácio Duque de Caxias, no centro da capital, passou a funcionar como ponto de coleta de suprimentos. Parte das arrecadações seguiu embarcada para Rio Grande no Navio Aeródromo Multipropósito Atlântico, da Marinha do Brasil. 

Além da carga enviada por mar, um comboio de donativos partiu do 1° Depósito de Suprimento na segunda-feira, 13, em sete viaturas do Estabelecimento Central de Transporte. Os suprimentos somam 110 toneladas de materiais, como água mineral, itens de higiene, material de limpeza e colchões. Os itens serão distribuídos nas cidades de Santa Maria e Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. 

A população de Belo Horizonte já arrecadou cerca de 70 toneladas de donativos, recolhidos pela 4ª Região Militar. O material seguirá em carretas para as regiões atingidas pelas enchentes no Sul do Brasil. Em Montes Claros (MG), os donativos foram recolhidos na base aérea, de onde seguiram para o Sul. 

Em Guarulhos (SP), o Comando Militar do Sudeste prepara uma carga de doações reunidas na Base Aérea de São Paulo, que partirá para o Rio Grande do Sul nos próximos dias. A arrecadação é o resultado da colaboração da sociedade civil, que juntou mais de 200 toneladas de materiais de gêneros de primeira necessidade. O transporte mobilizará 35 militares e 18 viaturas, entre caminhões e carretas, que chegarão aos municípios de Santo Ângelo e Uruguaiana.

O Comandante da 2ª Região Militar destacou a iniciativa dos voluntários. "Isso é resultado do somatório de esforços da sociedade civil, das instituições públicas e privadas, das Forças Armadas e das instituições religiosas. Aqui, a gente vê o que a população unida consegue fazer", afirmou o General Alexandre de Almeida Porto.

As demonstrações de solidariedade à população gaúcha também acontecem no norte do Brasil. Cidadãos do Amapá reuniram cerca de 5 toneladas de donativos por meio da campanha SOS Rio Grande do Sul. A 22ª Brigada de Infantaria de Selva coordenou a coleta e envio do material.

No Comando Militar do Nordeste, cerca de 60 militares apoiaram a Defesa Civil de Salvador no carregamento de caminhões que transportaram donativos para o Rio Grande do Sul no último fim de semana. Mais de 100 mil litros de água foram enviados, entre outros insumos importantes. 

O esforço humanitário para levar alimentos, água, roupas, colchões e demais itens de primeira necessidade à população desabrigada e desalojada no Rio Grande do Sul segue por todo o país. O espírito de solidariedade dos brasileiros unido ao apoio logístico da Marinha, Exército e Força Aérea levam alento à população atingida. 

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército

Conteúdo Relacionado