Comandante do Exército na França e Polônia

Diplomacia militar

Publicado em 16/04/2024 10h05 | Atualizada em 16/04/2024 16h39

França

Brasília (DF) – Na última semana, o Comandante do Exército esteve em visita à Europa, onde se reuniu com autoridades do ao Exército Francês e do Exército da Polônia, em uma série de atividades para aumentar a cooperação e interoperabilidade entre as forças armadas das nações amigas. 

Nos dias 8 e 9 de abril, o General Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva e o General Pierre Schill, Comandante do Exército Francês, discutiram a possibilidade de ampliar a integração na fronteira comum amazônica, o desenvolvimento de exercícios conjuntos e o fortalecimento do intercâmbio na área da educação militar.

Durante a estadia na França, a comitiva brasileira conheceu o Comando de Combate Futuro, que demonstrou como o Exército Francês se transforma e se reorganiza para assimilar as mudanças impostas por novas ameaças e novas capacidades decorrentes do desenvolvimento tecnológico. 

Os militares brasileiros também visitaram o Centro de Combate Urbano, no Comando de Treinamento Interarmas, e conheceram o Projeto Scorpion, que gerencia dados de combate para acelerar a tomada de decisão e facilitar integração entre a manobra e o apoio de fogo com o canhão 155 mm Caesar.

A visita do Comandante do Exército Brasileiro à França reafirma a confiança mútua entre os exércitos e marca o relançamento de uma parceria histórica, que remonta à Missão Militar Francesa no Brasil, entre 1920-1940, cujos frutos continuam presentes na cultura do Exército Brasileiro.

Em seguida, a comitiva brasileira realizou a primeira visita oficial do Exército Brasileiro à Polônia, entre os dias 10 e 12 de abril. O Brasil possui fortes laços históricos com o país, abrigando a segunda maior população de descendentes poloneses fora da Europa.

O Comandante do Exército Polonês, Major-General Piotr Trytek, recebeu o Comandante do Exército Brasileiro e apresentou um briefing sobre sua Força Terrestre, salientando que o investimento atual em Defesa corresponde a 4% do PIB, o que tem colaborado para a modernização e aquisição de novas capacidades militares.

A comitiva do Exército Brasileiro visitou a 1ª Brigada Blindada de Varsóvia, tradicional organização militar polonesa, e também conheceram alguns dos projetos desenvolvidos no Grupo de Armamentos da Polônia, conglomerado que concentra cerca de 50 empresas estatais da indústria de defesa.

Reuniões com altos comandantes poloneses favoreceram a troca de experiência e permitiram a discussão de algumas possibilidades de cooperação militar entre os países. 

 

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército e Aditâncias Militares

Conteúdo Relacionado