Escola de Sargentos das Armas realiza encontro de veteranos da Turma Montese-1990

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 15 jun 2022
Crédito: ESA -E5-Fotocine

Três Corações (MG) – A Escola de Sargentos das Armas (ESA) recebe, no dia 15 de junho, os veteranos da Turma de 1990, a Turma Montese. Os veteranos e seus familiares foram recepcionados e conduzidos ao Pátio de Formaturas Sargento Max Wolf Filho, onde puderam reviver as emoções da formação assistindo à Formatura alusiva ao Dia do Serviço de Veterinária do Exército, representada pelo Primeiro-Tenente QCO Douglas Borges Santos.

O Veterano Capitão Marins, oriundo da Arma de Cavalaria, hasteou o Pavilhão Nacional, momento que a muito emocionou os presentes.

Em suas palavras, o Comandante da ESA, General de Brigada Reinaldo Salgado Beato, destacou a presença dos veteranos e de suas famílias, ressaltando a importância do encontro e do resgate dos momentos vividos durante a formação de sargentos.

Momento emocionante foi o desfile dos 157 veteranos da Turma, ao som da Canção do Expedicionário, no qual, com garbo e vibração, reviveram as inúmeras formaturas de seus tempos de alunos.

Ato contínuo, os veteranos e suas famílias foram conduzidos ao Auditório Coronel Catunda, onde participaram de cerimônia com a presença do Comandante da ESA. O organizador do encontro, Primeiro-Tenente Eduardo Spaolonse, falou da importância do evento, adiado por dois anos devido à pandemia, rememorando fatos e pessoas que marcaram a história turma que se formou em 30 de novembro de 1990.

O General Salgado e o Major Jaires, acompanhado de sua família, descerraram a placa da turma que ficará eternizada no Pavilhão da Escola.

Em seguida, materializando o encontro, o Capitão Vitor, Auxiliar do Estado-Maior Pessoal do Comandante do Exército, passou às mãos do General Salgado uma moeda, a flâmula e uma amostra de terra do solo da localidade italiana de Montese, palco das batalhas e vitória dos pracinhas da FEB durante a Segunda Guerra Mundial, para ser incorporado ao acervo do Espaço Cultural da Escola.

O Comandante da ESA explanou toda a nova sistemática da formação do Sargento combatente do Exército Brasileiro e a valorização da carreira das praças, apresentando vídeos institucionais que abordaram desde a origem da Escola até os dias atuais.

O toque de silêncio em homenagem aos integrantes da turma já falecidos foi outro singelo momento, o qual foi seguido pelo canto da Canção da ESA, finalizando a primeira parte do Encontro.

Numa manhã marcada por atividades, os veteranos ainda puderam tomar o café da manhã no rancho dos alunos, visitar os cursos e as instalações da Escola.

Fonte: Escola de Sargentos das Armas