Bateria de Artilharia realiza tiro real com o míssil RBS70 em exercício de adestramento

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 28 set 2021
Crédito: 2ª Bia AAAe

Formosa (GO) – A 2ª Bateria de Artilharia Antiaérea (2ª Bia AAAe) participou, no período de 13 a 17 de setembro, no Campo de Instrução de Formosa, do exercício de adestramento das organizações militares de Artilharia Antiaérea do Exército Brasileiro. Denominada Operação Sagitta Primus 2021, a ação culminou com a realização do tiro real do míssil Telecomandado RBS-70. Também foram realizados tiros com o míssil Portátil Igla-S e com o canhão 35mm da VBC DA Ae GEPARD.

A operação contou com a presença de todos os comandantes de Artilharia Antiaérea do Exército Brasileiro e teve início com uma concentração estratégica na região de Formosa. A atividade contou ainda com o desdobramento do subsistema de controle e alerta, representado pelo Centro de Operações Antiaéreas e pelo Radar SABER M60, ambos de fabricação nacional.

Enquadrada numa situação tática no amplo espectro das operações de defesa antiaérea, a operação capacitou os grupos e baterias antiaéreas a realizarem o tiro para apoiar a Força Terrestre na defesa de infraestruturas críticas do País e na proteção antiaérea das tropas e instalações da zona de combate, proporcionando liberdade de ação aos comandantes de diversos escalões em variados tipos de ambientes operacionais.

Em todas as atividades, os protocolos de segurança para enfrentamento da pandemia da covid-19 foram rigorosamente observados.

Fonte: 2ª Bateria de Artilharia Antiaérea