Brigada de Infantaria comemora o Dia do Soldado em Marabá (PA)

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 26 ago 2021
Crédito: 23ª Bda Inf Sl

Marabá (PA) – No dia 25 de agosto, o Exército Brasileiro comemora o Dia do Soldado. Nesta data, prestamos uma homenagem ao Marechal Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias. Nascido em 25 de agosto de 1803, no município do Rio de Janeiro, assentou praça no 1º Regimento de Infantaria de Linha da Corte, aos cinco anos de idade. Naquela época, era comum, nas famílias com tradição militar, que os jovens infantes, desde tenra idade, fossem iniciados nas lides castrenses. De Alferes até Marechal, galgou todos os postos da hierarquia militar. De Caxias, não basta admirar sua carreira, mas renovar o firme propósito de tê-lo como exemplo de Cidadão e Soldado, cultivando os valores e tradições que o transformaram no patrono do Exército Brasileiro.

Neste dia 25 de agosto, a fim de externar a vibração do combatente da Amazônia Oriental, a 23ª Brigada Infantaria de Selva (23ª Bda Inf Sl) sediou uma Formatura comemorativa. Na ocasião foi realizada a leitura da Ordem do Dia, entregues condecorações a militares que, pela sua dedicação à Pátria, contribuíram para o engrandecimento da Instituição e, além disso, os soldados recém incorporados proferiram o juramento à Bandeira Nacional. O evento foi presidido pelo comandante da Brigada, General de Brigada Giovani Moretto, e contou com a participação das Organizações Militares do Quartel General Integrado e do Hospital de Guarnição de Marabá.

Na oportunidade, ainda em comemoração à Semana do Soldado, militares da Guarnição ministraram palestras em escolas do Município ressaltando os valores militares, sentimentos de patriotismo, civismo e destacando o reconhecimento e agradecimento pelos feitos do nosso soldado. Além disso, a população Marabaense poderá acompanhar uma exposição de material militar (25 e 26 de agosto, de 10:00h às 22:00h) e prestigiar a Banda de Música da 23ª Brigada Infantaria de Selva (27 de agosto, às 19:30) no Partage Shopping.

No esteio de sua formação, o soldado da transamazônica abandona o aconchego do lar e a segurança da família para colaborar com a Defesa Nacional, contribuir para a preservação do Meio Ambiente, garantir a Lei e a Ordem quando assim é determinado, operar integrado com as agências governamentais e de segurança pública, cooperar para o bem-estar social e cultuar os mesmos valores do nosso patrono ontem, hoje e sempre.

Assim é o soldado da Amazônia Oriental! Para ser digno de todas essas qualidades, recebe como herança o legado do Duque de Caxias, Patrono do Exército Brasileiro, a fim de bem servir à Pátria, mesmo que isso signifique oferecer a própria vida em sacrifício.

Obrigado Soldado!

Fonte: 23ª Bda Inf Sl