Exército Brasileiro participa de exercício multinacional conduzido pelo Comando Sul dos EUA

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 14 jun 2021
Crédito: Centro de Comunicação Social do Exercito

Brasília (DF) – Um total de 13 oficiais do Exército Brasileiro oriundos de diversas organizações militares participa, desde o dia 11 de junho, em Miami, nos Estados Unidos, da Operação Panamax 2021 – maior exercício multinacional conduzido pelo Comando Sul dos Estados Unidos (SOUTHCOM).

O exercício, que terá a duração de oito dias, começou a ser realizado em 2020, quando três oficiais participaram do planejamento de mais alto nível da Força Multinacional Sul (MNFS, sigla em inglês). Em 2021, os trabalhos do estado-maior brasileiro tiveram início por intermédio da realização de três videoconferências, nas quais o Comandante da Forca Terrestre Componente (CFLCC, sigla em inglês), General de Brigada Julio César Palu Baltieri, orientou a preparação e os planejamentos iniciais para a missão.

Além das tropas do Brasil e dos EUA, participam da atividade as tropas da Argentina, da Colômbia, de Costa Rica, do Chile, de El Salvador, do Equador, da Guatemala, de Honduras, da Jamaica, do Panamá, do Paraguai, do Peru e da República Dominicana. A ação tem objetivos diplomáticos intrínsecos e também promove o desenvolvimento da interoperabilidade, o conhecimento mútuo entre os oficiais e a manutenção dos laços de cooperação e amizade entre as forças armadas. A atividade seguiu os protocolos de prevenção à covid-19.

Panamax
A Operação Panamax é realizada sob uma Resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (UNSCR) e conta com a liderança do Comando Sul dos EUA e com a coordenação do Exército Sul dos EUA (Army South). O Comando Sul tem um efetivo de mais de 100 pessoas, entre militares e civis, envolvido na preparação e na condução da atividade.

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército