Homenagem ao Patrono da Artilharia em Santa Maria (RS)

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 14 jun 2021
Crédito: 3ª DE

Santa Maria (RS) – No sábado 12 de junho, foi realizada a solenidade militar em homenagem ao Marechal Emílio Luiz Mallet, patrono da Artilharia brasileira, no 3º Grupo de Artilharia de Campanha Autopropulsado (3º GAC AP), “Regimento Mallet”.

Na cerimônia, que contou com a presença do Vice-Presidente da República Antonio Hamilton Martins Mourão, foi encenada a trajetória vitoriosa do Barão de Itapevi, culminando na batalha de Tuiuti, onde Mallet demonstrou toda sua coragem e valor de líder militar. Líder astuto e estrategista formidável, ordenou que fosse cavado profundo e extenso fosso diante da linha de batalha, onde a cavalaria inimiga acabou sucumbindo.

Em um dos momentos marcantes da solenidade, o Tenente Mallet, que serve no 3º GAC AP e é descendente da 7ª geração do Marechal Mallet, conduziu a espada do Patrono até o mausoléu.

Como forma de homenagear o Patrono da Arma de Artilharia, as autoridades presentes depositaram uma coroa de flores no sepulcro, onde repousam os restos mortais de Mallet e de sua esposa. A cerimônia também marca as bodas de prata do Memorial Mallet, cuja placa comemorativa foi descerrada pelo Vice-Presidente e pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Marcos Antonio Amaro dos Santos.

A vibração e o entusiasmo dos artilheiros de ontem e de hoje, foram externados no desfile, ao som do dobrado Matungo Malacara, uma canção de cunho folclórico e muito popular no ambiente da caserna.

Em suas palavras, o Vice-Presidente destacou a importância do culto aos heróis que ajudaram a construir a nossa Pátria e ressaltou o legado que nossos antepassados nos deixaram, a fim de mantermos a Força Terrestre em constante prontidão. Em entrevista, destacou o pacto entre as gerações, o sentimento de ter revigorado os valores militares ao participar do evento, e a satisfação do reencontro com os amigos de outras épocas.

Já o General Amaro, artilheiro mais antigo da ativa presente à solenidade, se disse bastante emocionado em estar no regimento Mallet, e destacou que a cerimônia foi completamente diferente das outras que já havia participado, já que comandou a 3ª Divisão de Exército de 2016 a 2018. S, salientou que como Chefe do Estado-Maior do Exército tem procurado modernizar a Artilharia brasileira, e que já existem vários projetos em andamento, com essa finalidade.

Devido às restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, a cerimônia ocorreu sem a presença de público, limitando-se apenas aos envolvidos no evento e às autoridades civis e militares.

Fonte: 3º GAC AP