Exército apoia prisões e apreensão de armas e drogas no Amapá

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 07 mai 2021
Crédito: Sd Gabriel

Macapá (AP) – O Exército Brasileiro, por meio da 22ª Brigada de Infantaria de Selva do Comando Militar do Norte, realizou mais uma ação integrante da Operação Ágata, que visa à segurança e à proteção da fronteira norte da Amazônia Oriental contra delitos transfronteiriços e ambientais na região. Nessa ação, que ocorreu no estado do Amapá, entre os dias 5 e 23 de abril, foram apreendidos diversos materiais, resultando em sete prisões.

Foram apreendidos R$ 104.235,00 e € 8.300,00 em espécie; 73,7 gramas de ouro; 3,5 quilogramas de maconha; 1,3 quilogramas de cocaína; 22 fracos de LSD; seis armamentos e 253 munições. Os materiais apreendidos foram entregues a agentes da Polícia Federal, assim como as pessoas envolvidas.

A operação foi realizada por militares do Comando Fronteira Amapá/34º Batalhão de Infantaria de Selva e das Forças Armadas da Guiana Francesa (FAG) em conjunto com agentes de órgãos de segurança pública e de fiscalização federais e estaduais. Dessa forma, participaram da operação a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, a Polícia Civil do Amapá e a Polícia Militar do Amapá.

Durante a operação, desenvolveram ações, em suas respectivas áreas de responsabilidade, as seguintes organizações militares do Exército ao longo da faixa de fronteira: a Companhia Especial de Fronteira localizada em Clevelândia do Norte, o Destacamento Especial de Fronteira de Vila Brasil e o 1° Pelotão Especial de Fronteira, situado em Tiriós, no Pará.

Fonte: Cmdo 22ª Bda Inf Sl