Demonstração de tiro operacional do morteiro médio antecarga 81 mm

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 26 abr 2021
Crédito: Sd Feitosa

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 22 de abril, O Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação, representado pela Diretoria de Fabricação (DF), Centro de Avaliações do Exército (CAEx) e o Arsenal de Guerra do Rio (AGR), seguindo os protocolos e medidas preventivas de combate à covid-19, em conjunto com a Brigada de Infantaria Pára-quedista (Bda Inf Pqdt), representada pelo 26º Batalhão de Infantaria Pára-quedista, com apoio de peças do 25º e 27º Batalhões de Infantaria Pára-quedista, realizou a demonstração de tiro operacional do morteiro médio antecarga 81 mm (Mrt Me Acg 81 mm), fabricado pelo AGR, à comitiva do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN).

O objetivo da demonstração de tiro foi apresentar, ao CFN, as capacidades reais técnicas e operacionais desse material de emprego militar (MEM) em campo, de forma a subsidiar estudos para uma eventual adoção do armamento pelo CFN, além de permitir à comitiva verificar seu comportamento em exercício real de tiro no teatro de operações.

O exercício contou com a presença do Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (FN) Paulo Martino Zuccaro; do Comandante do Material de Fuzileiros Navais, Vice-Almirante (FN) Renato Rangel Ferreira; do Comandante da Divisão Anfíbia, Contra-Almirante (FN) Rogério Ramos Lage; do Diretor de Fabricação, General de Brigada Tales Eduardo Areco Villela; do Chefe do CAEx, General de Brigada Juraci Ferreira Galdino, e de comandantes de organizações militares envolvidas na atividade.

O morteiro médio antecarga 81 mm é um projeto desenvolvido pelo Centro Tecnológico do Exército (CTEx), tendo sido testado e avaliado pelo CAEx durante a fase de pesquisa e desenvolvimento e está em produção seriada pelo AGR em conjunto com a indústria nacional, e é um produto do Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação, adotado pelo Exército Brasileiro.

Fonte: AGR