Comando Conjunto Norte apoia abastecimento de 28 comunidades indígenas no Pará #EBpreservandovidas

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 15 abr 2021
Crédito: 3º Sgt Bolson

Altamira (PA) – Entre os dias 25 de março e 2 de abril, o Comando Conjunto Norte, formado pelo Comando Militar do Norte (Exército), 4º Distrito Naval (Marinha) e Ala 9 (Força Aérea), apoiou a logística de distribuição de insumos, materiais agrícolas e combustíveis para 28 comunidades indígenas no Pará, além de fazer a segurança do transporte. A ação ocorreu em coordenação com a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e a Norte Energia.

Durante a missão, os militares do 51º Batalhão de Infantaria de Selva (51º BIS) transportaram cerca de 16 mil litros de gasolina, 12 mil litros de diesel, 479 litros de lubrificantes, kits de prevenção à covid-19 com máscaras e álcool, além de três geradores, motores de popa, material de pesca e ferramentas agrícolas. Para chegar aos locais de difícil acesso, foram utilizados os meios fluvial e terrestre, de forma que foram percorridos cerca de 500 quilômetros nos rios Xingu e Bacajá; e 800 quilômetros em vias terrestres, pela BR-230 – Transamazônica. A ação evitou que indígenas saíssem de suas aldeias, preservando e prevenindo a contaminação dessas populações pelo coronavírus. Com o objetivo de preservar os locais, todos os militares do 51º BIS envolvidos foram testados para o coronavírus com material cedido pela empresa privada.

Foram beneficiadas as aldeias Potkro, Pryneja, Kamoktiko, Kabakro, Kamerednan, Krayn, Kenkudjoy, Patyko, Moinoro, Roitidjan, Bacajá 1, Bacajá 2, Mrotdjan, Pukato, Pydjojãm, Mangarapi, Arumbi, Laranjal, Iurum, Cujubim, Awy, Iriri, Tukamã, Tukaya, Kamarataya, Kuruatxe, Curuá e Irinapane.

Essa ação segue o contexto da Operação Covid-19, que coordena as atividades das Forças Armadas no combate à covid-19 em apoio a órgãos e agências de saúde municipais, estaduais e federais.

Fonte: 51º Batalhão de Infantaria de Selva