Solenidade celebra 57 anos do CIGS e marca a incorporação do contingente de 2021

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 08 mar 2021
Crédito: CIGS

Manaus (AM) – No dia 2 de março, o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) realizou, no Pátio Pioneiros do CIGS, cerimônia militar alusiva aos seus 57 anos de criação e a incorporação dos recrutas que cumprirão o serviço militar inicial no Centro, também conhecido como “Casa do Guerreiro de Selva”. Um total de 88 jovens vai compor o efetivo variável da unidade.

Durante a cerimônia, o Comandante do CIGS, Coronel Fábio Pinheiro Lustosa, deu as boas-vindas aos novos recrutas, fez referência ao aniversário e destacou o orgulho de quem faz parte da história do Centro. Ainda como parte das atividades de comemoração, foram realizados cultos religiosos (espírita, católico e evangélico).

Mascote
Na mesma data, foi comemorado o primeiro aniversário do mascote da organização militar, um filhote macho de onça pintada resgatado em Tefé (AM). Nomeado Thaumaturgo em homenagem ao General de Brigada Thaumaturgo Sotero Vaz, um dos pioneiros do CIGS, o filhote chegou ao Centro em 2 de março de 2020, com aproximadamente 20 dias de vida e, atualmente, recebe cuidados da equipe do Zoo CIGS, formada por veterinárias, bióloga e tratadores. A onça pintada é o animal símbolo da guerra na selva, e o CIGS tem como tradição o compromisso com a preservação da espécie. 

Fonte: Centro de Instruçao de Guerra na Selva