Exercício Culminating integra tropas brasileira e americana em treinamento inédito nos EUA

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 02 fev 2021

Fort Polk (EUA) – Orgulho e honra são alguns dos sentimentos compartilhados por todos os militares do Exército Brasileiro (EB) que participam do Exercício Culminating, treinamento combinado inédito entre o Brasil e os Estados Unidos (EUA) em Fort Polk, Lousiana. A tropa brasileira, formada pela Companhia de Fuzileiros Paraquedistas do EB, está em solo estadunidense desde o dia 4 de janeiro, onde já cumpriu período de quarentena, aclimatação ao inverno e iniciou as atividades de preparação técnica para a atividade.

Nesse período, os militares que fazem parte da Subunidade Culminating já puderam sentir o que é fazer parte de uma missão bilateral, como descreve o Cabo Felipe Gonçalves, integrante da tropa. “É um orgulho enorme para mim e para meus companheiros colocar em prática todo o aprendizado que tivemos nesses últimos dois anos e verificar que realmente estamos preparados para cumprir essa missão”, ressalta. Já o 2º Sargento Donner Cerqueira, Comandante de Grupo de Combate, descreve o exercício como uma experiência única. “Estamos trabalhando em conjunto com um exército reconhecido mundialmente e que tem a sua capacidade vista por todos, então estar aqui e aprender e também ensinar um pouco das nossas técnicas é uma experiência que levarei por toda a minha carreira”.

O Comandante da Subunidade Culminating, Capitão Marcus Vinicius Falcão, faz uma avaliação muito positiva da participação da tropa no exercício até o momento. “Durante esses dias em que estivemos em contato com a tropa dos Estados Unidos, já pude perceber que nós estamos preparados para cumprir a missão. Nós recebemos o primeiro objetivo e, com total confiança do comandante do batalhão dos Estados Unidos, planejamos conforme a nossa doutrina e tenho certeza que vamos realizar um ótimo trabalho, assim como os estadunidenses.

Essa avaliação é compartilhada pelos integrantes do Exército dos EUA, como revela o Tenente Michael Vecchio, oficial de ligação do 1-501º Regimento Paraquedista do Fort Bragg, Carolina do Norte. “A preparação da tropa tem sido muito boa e ficamos impressionados com nossos parceiros, os brasileiros. O Exército Brasileiro é muito profissional e temos aprendido muito durante esse tempo, sobretudo no que se refere ao gerenciamento da tropa”, destacou.

Resultado de um plano de cinco anos, o Exercício Culminating é a última fase de um intercâmbio realizado entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos. Nessa etapa, militares da Brigada Paraquedista brasileira enquadram-se em um batalhão de uma brigada da 82ª Airborne Division, nos EUA. O exercício se estenderá até o dia 22 de fevereiro.

Fonte: CCOMSEx