Emergência do Hospital Geral do Rio de Janeiro aplica protocolo de classificação de risco

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 07 ago 2020
Crédito: HGeR

Rio de Janeiro (RJ) – Com o objetivo de otimizar o atendimento dos pacientes que recorrem à emergência do Hospital Geral do Rio de Janeiro (HGeRJ), o sistema de triagem classificatória de risco foi implantado na unidade. A iniciativa sistematiza o atendimento a partir da avaliação do paciente por um profissional capacitado.

A classificação de risco é uma ferramenta voltada para avaliar e identificar os pacientes que necessitam de atendimento prioritário, de acordo com a gravidade clínica, o potencial de risco, os agravos à saúde ou o grau de sofrimento. Após a avaliação do enfermeiro responsável, o paciente recebe uma pulseira cuja cor define o grau de prioridade do atendimento.

Em casos de emergência, o paciente receberá uma pulseira vermelha, que indicará a necessidade de atendimento imediato. Para os casos urgentes, serão utilizadas pulseiras amarelas para que o atendimento seja o mais rápido possível. Já aqueles que receberem a pulseira verde serão os de gravidade moderada, não considerada como emergência ou urgência.

Por fim, aqueles que receberem a pulseira azul serão encaminhados ao Atendimento Básico de Saúde (ABAS), por se tratar de menor complexidade. Nesse caso, o paciente deve ser acompanhado ao consultório médico e lá ser atendido no formato ambulatorial.

Fonte: HGeRJ