Jogos Desportivos dos Tiros de Guerra celebram congregação entre jovens atiradores

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 13 nov 2019
Crédito: Sd Giovanne

Curitiba (PR) – A prática esportiva é promotora de qualidade de vida, transformação social e de construção da cidadania, princípios que também regem os Tiros de Guerra (TG). Foi com esse intuito, que o Comando da 5ª Região Militar (5ªRM) realizou entre os dias 04 e 08 de novembro, a segunda edição dos Jogos Desportivos dos Tiros de Guerra, em Maringá-PR.

Foram quatro dias de integração e celebração entre jovens atiradores, vindos de diferentes regiões do Estado do Paraná e Santa Catarina. Um total de 360 atletas de 13 TG participaram da disputa, que envolveu nove modalidades esportivas: atletismo, basquete, cabo de guerra, futebol, natação, orientação, revezamento, vôlei de praia e tiro.

O intercâmbio entre os jovens foi, para muitos, um dos aspectos mais importante da atividade. “O congraçamento entre os Tiros de Guerra, é uma experiência única para esses jovens atiradores que ganharam a oportunidade de conheceram outros TG, resultando numa troca de conhecimentos e experiência”, explicou o Subtenente Gilson Correia Peregrino, Instrutor Chefe do TG de Maringá.

Torcida que fez a diferença

A segunda edição dos Jogos Desportivos dos Tiros de Guerra foi marcada pela energia das torcidas. Enquanto os atiradores davam um show no campo, na quadra, na piscina e na pista de corrida, as torcidas faziam o mesmo nas arquibancadas. E elas fizeram bonito. Ao som de tambores e cornetas, puxavam canções de incentivo às suas equipes.

Entre os torcedores, estavam mães de atiradores do TG Cornélio Procópio-PR, que encheram de graça e alegria o evento, contagiando a todos presentes. Onde havia um atleta da equipe, lá estavam elas com brados de incentivo e motivação. Edilaine Barbosa Costa dos Santos, mãe do atirador Claudinei dos Santos Jr. não escondia orgulho: “hoje vejo meu filho como um homem de princípios e com responsabilidade. Nesse momento gostaria de aproveitar a oportunidade para parabenizar os TG que levam para vida desses jovens valores de cidadania, ética e civismo”, declarou a mãe.

Resultado dos jogos

O TG de Maringá-PR consagrou-se Campeão Geral dos Jogos, vencendo seis, das nove  modalidades da competição, seguido pelos TG de Caçador-PR e Paranavaí-PR na  segunda e terceira colocação.

A competição é sadia, mas o principal é a integração entre os jovens, como garante o 1º Sargento Mikael Sabeh, Instrutor Chefe do TG de Campo Largo-PR: “pela característica dos Tiros de Guerra, em proporcionar ao atirador uma interação com a sociedade, participando de ações cívicos sociais, eles vêm nessas atividades uma oportunidade de pôr em prática a socialização. Representamos uma cidade pequena, muitos dos atiradores nunca haviam saído do Município. A experiência de ter participado foi incrível e marcou a vida desses jovens”.

“É muito gratificante ser atirador do Exército Brasileiro. No TG aprendi princípios de cidadania, que vou levar para o resto da minha vida”. Contou o atleta Gabriel Matos, do TG de Paranavaí-PR, que bateu o recorde dos 400 m rasos no atletismo.

Final com chave de ouro

Depois de três dias de competições, os atiradores ainda esbanjavam disposição ao participarem da corrida de 400 metros com revezamento, minutos antes da solenidade de encerramento, realizada da manhã do dia oito de novembro. A fase final do cabo de guerra também foi definida nesse dia.

“O esporte é fundamental para a juventude brasileira, e o Exército tem feito a sua parte incentiva os seus jovens, seja com programas externos, ou através dessas atividades, onde recrutamos os nossos próprios atletas e os motivamos para a prática esportiva. O esporte integra, o esporte promove uma boa saúde, o esporte socializa”, evidenciou o General de Brigada Aléssio Oliveira da Silva, que entusiasmado assistiu as competições.

Fonte: 5.ª Região Militar