Brasil já empregou quase 5 mil pessoas no apoio aos haitianos após furacão


Porto Príncipe (Haiti) – Em continuidade à Operação de apoio às ações de ajuda humanitária às vítimas do Furacão Matthew, o Contingente Brasileiro de Força de Paz (CONTBRAS) cumpriu, até o dia 22 de outubro, 251 missões, com o emprego de 4.920 pessoas, dentre civis e militares, contribuindo para o esforço conjunto de apoio ao Haiti.

 

 

O BRABAT, que é integrado por militares do Exército Brasileiro, da Força Aérea Brasileira e da Marinha do Brasil, segue cumprindo missões normais de segurança de instalações e depósitos de donativos, escolta de comboios de ajuda humanitária e reconhecimentos aos acessos às diversas localidades da região. A Companhia de Engenharia de Força de Paz (BRAENGCOY – sigla em inglês) prossegue na realização de trabalhos de desobstrução de vias, melhoria das bases da Organização das Nações Unidas (ONU) e outras atividades de apoio ao deslocamento dos comboios de ajuda humanitária para a Região Sudoeste do Haiti.

 


O CONTBRAS opera em um ambiente interagências, no qual fica caracterizado o apoio conjunto para a assistência humanitária. Integram esse processo Agências, Fundos e Programas da ONU, Organizações Não-Governamentais, representantes da Polícia das Nações Unidas (UNPol) e da Polícia Nacional Haitiana (PNH), unindo esforços para melhor atender à população haitiana.

 


Cerca de 400 militares estão desdobrados na Região Sudoeste do Haiti desde o dia 5 de outubro, em apoio às ações de ajuda humanitária coordenadas pela Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH – sigla em francês), e em apoio à Defesa Civil haitiana. A imagem abaixo mostra essa Região e apresenta os locais em que foram cumpridas missões de segurança para a assistência humanitária e realizados trabalhos de Engenharia.

 


O BRABAT foi reforçado, pelo Comando da MINUSTAH, com uma Companhia do Batalhão Chileno (CHIBAT – sigla em inglês), composta, também, por militares de El Salvador e Honduras, caracterizando o esforço conjunto (entre os militares das Forças Armadas brasileiras) e combinado (integrado por militares de outros países).

 


Um aspecto relevante desse desdobramento é a amplitude do apoio logístico executado, exigindo o gerenciamento dos meios disponíveis e a adaptação aos fatores que condicionam a execução da missão, tais como condições de estacionamento da tropa, características do terreno, condições climáticas, distâncias de apoio logístico, dentre outros.

 


O Contingente ocupa seis diferentes Bases na Operação denominada “Nap Ede Ayiti” (Vamos ajudar o Haiti – tradução do crioulo), posicionadas nas cidades de Porto Príncipe (com três Bases), Les Cayes, Jeremie e Damme Marie.


 

Fonte:BRABAT
Publicado:$pubDate