Dia do Serviço de Saúde - 27 de maio

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 26 mai 2022
Crédito: CCOMSEx

O Exército Brasileiro comemora o Dia do Serviço de Saúde em 27 de maio, data natalícia do General de Brigada Médico João Severiano da Fonseca, primeiro médico a atingir o generalato.

O General Severiano da Fonseca nasceu no ano de 1836, na atual cidade de Marechal Deodoro, no estado de Alagoas, sendo o sétimo filho de Rosa Maria Paulina da Fonseca e do Tenente-Coronel de Infantaria Manoel Mendes da Fonseca e irmão do Marechal Manuel Deodoro da Fonseca, responsável pela Proclamação da República e primeiro presidente do Brasil.

Em 1853, ingressou na Faculdade de Medicina da Corte, situada no Rio de Janeiro, onde já demonstrava atributos como altruísmo, amor à profissão e elevado senso humanitário ao prestar socorro à população durante a terrível epidemia de cólera que assolava a cidade do Rio de Janeiro. Tal ação foi reconhecida pelo imperador Dom Pedro II, que lhe conferiu a “Comenda da Ordem da Rosa”, no Grau de Cavaleiro.

Após diplomar-se médico, Severiano da Fonseca assentou praça em 1862, no Corpo de Saúde, como 2º tenente cirurgião, integrando o homem afeito à medicina, profissão que espelha bondade e renúncia, às lides da caserna pela vocação de seu sangue à carreira das Armas.

No ano de 1864, seguiu, voluntariamente, para Montevidéu, onde participou dos conflitos platinos, prestando notáveis serviços médicos durante a Campanha do Uruguai, destacando-se em Salto e em Paissandu e marcando um ciclo glorioso de ações que prosseguiram durante a Guerra da Tríplice Aliança.

Naquela oportunidade, diante de um quadro de precariedade do estado sanitário da tropa, Severiano da Fonseca lutou, incansavelmente, contra os piores inimigos da guerra, as doenças infectocontagiosas, atuando com zelo, espírito humanitário e coragem.

Conquistou a admiração e o respeito dos seus pacientes e o reconhecimento dos seus superiores devido às mais diversas batalhas das quais participou, como Paissandu, Estero Bellaco, Estero Rojas, Tuiuti, Potrero Pires, Tuiu-Cuê, Espinilho, Passo-Pocu, Tebicuari, Pequiciri e Angustura. Em virtude de sua valorosa participação, foi agraciado com o Grau de Cavaleiro da “Ordem Imperial do Cruzeiro”, tornando-se o primeiro médico militar a ostentar essa honraria.

Severiano da Fonseca serviu no Hospital Militar do Andaraí, onde chefiou a enfermaria da Escola Militar da Praia Vermelha, sendo o primeiro diretor do Hospital Central do Exército e do Hospital Militar da Guarnição do Rio de Janeiro.

Ascendendo ao generalato em 1890, exerceu o mais alto cargo do Corpo de Saúde, com o título, à época, de inspetor-geral do Serviço de Saúde do Exército, atual Diretoria de Saúde (D Sau), inovando na gestão do Serviço de Saúde por meio de medidas de reestruturação que foram fundamentais para o apoio à Campanha de Canudos.

O General João Severiano da Fonseca faleceu em 1897, no Rio de Janeiro, sendo suas qualidades  tanto  de  médico,  leal  e  competente,  como  as  de  soldado,  bravo e disciplinado, reconhecidas pelo Decreto-Lei nº 2.497, de 16 de agosto de 1940, homologado pelo Decreto nº 51.429, de 13 de março de 1962, que ressaltava seu amor à profissão, sua coragem, sua disciplina, sua integridade, seu patriotismo e sua probidade, distinguindo-o como o Patrono do Serviço de Saúde do Exército Brasileiro.

Alinhado aos Projetos Estratégicos do Exército, o Serviço de Saúde vem recebendo investimentos visando à excelência no apoio de saúde em todo o seu espectro de atuação. Nesse contexto, enfrenta diversos desafios para a manutenção da higidez e  da disponibilidade da tropa, tais como a aquisição de equipamentos de última geração, a incorporação de novas especialidades médicas e a utilização da tecnologia da informação aplicada à saúde.

No corrente ano, a formação dos oficiais médicos, farmacêuticos e veterinários, realizada até 2021 na extinta Escola de Saúde do Exército (EsSEx), na cidade do Rio de Janeiro, foi transferida para Salvador (BA), a partir da fusão com a Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx) e a consequente criação da Escola de Saúde e Formação Complementar do Exército (ESFCEx), proporcionando um ambiente escolar mais adequado e, logo, com maior qualidade para a formação profissional.

Nos últimos dois anos, os integrantes do Serviço de Saúde enfrentaram, com coragem, persistência e abnegação, os desafios da pandemia da covid-19, doença que impactou profundamente a sociedade brasileira, oportunidade em que os “soldados de saúde” levaram, por meio da “Mão Amiga”, apoio para o tratamento e a vacinação da população.

Médicos, farmacêuticos e dentistas da Força Terrestre, orgulhem-se da trajetória de seu insigne patrono, General de Brigada Médico João Severiano da Fonseca, exemplo ímpar de médico e militar, marcada pelo amor à profissão, pela integridade, pelo patriotismo e pelo rigor no cumprimento dos deveres, e prossigam, quer na paz, quer na guerra, dedicando-se à saúde do militar e de sua família.

 

“NOSSO LEMA É PRESTAR A CARIDADE!!”

SAÚDE!! BRASIL!!


Brasília-DF, 27 de maio de 2022.

 

.: Arquivo em pdf para Impressão.     

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército