Sistema de Monitoramento de Fronteiras chega ao Forte de Coimbra

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 30 nov 2021
Crédito: CMO

Forte de Coimbra (MS) – A comunicação por meio de videoconferência em Forte de Coimbra hoje é possível devido aos esforços dos militares que trabalharam para que o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras, SISFRON, chegasse a esse local. A chegada coincidiu com a Operação Ricardo Franco, que faz parte do Programa de Adestramento do Comando Militar do Oeste. O início do funcionamento da antena do SISFRON foi em 24 de novembro, marco para região.

A antena trouxe a EBNet para o local, uma forma de comunicação precisa, extremamente útil no ambiente pantaneiro. “Planejamento estratégico requer ações estratégicas e é por isso que hoje estamos inaugurando, no Forte de Coimbra, a infovia”, disse o Chefe do Centro de Coordenação de Operações do Comando Militar do Oeste (CCOp CMO), General de Brigada Valério Luiz Lange.

De acordo com o Chefe da Seção de Portfólios do CCOp CMO, Coronel Luiz Olavo Martins Rodrigues, a implementação da antena do SISFRON  completa um ciclo da estrutura da rede de transporte de dados que começou em 2013, com o lançamento da primeira torre em Dourados, fazendo a conexão Dourados/Campo Grande, à época. “Com isso, teremos serviços de qualidade e capacidades de internet no local, podendo, assim, realizar videoconferência com escalão superior aqui em Forte de Coimbra, como já ocorreu nesta tarde”, disse o coronel.

Para o Chefe da Seção de Comando e Controle do CCOp CMO, Major Rodrigo Moura Vargas, é um grande avanço para o Exército Brasileiro que as comunicações cheguem até Forte de Coimbra, já que no local não há meios de comunicação civil, como telefonia celular, nem outro meio de comunicação militar.

Fonte: CMO