Batalhão treina militares de saúde para atuação em zona de confronto segundo técnicas da ONU

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 24 nov 2021
Crédito: Cb Filho

Campo Grande (MS) –  O 9º Grupamento Logístico, por intermédio do Núcleo do 9º Batalhão de Saúde, realizou um treinamento de atendimento pré-hospitalar tático (APHT), para 28 médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem das organizações militares do Comando Militar do Oeste. A atividade ocorreu como parte da Operação Santa Bárbara do Oeste no período de 15 a 19 de novembro, com o objetivo de alinhar as técnicas com o que preconiza a Organização das Nações Unidas (ONU) em relação as tropas de saúde.

Realizada no Campo de Instrução de Betione, a instrução foi dividida entre teórica e prática para contemplar a 1ª e a 3ª fases do APHT. Inicialmente, os instruendos passaram por uma ambientação de saúde no teatro operacional, recebendo instruções de primeiros socorros e cadeia de evacuação médica. Posteriormente, foram conduzidos para oficinas práticas de avaliação do ferido em combate, em que conheceram uma instalação de saúde operacional de 2º escalão: posto de atendimento avançado orgânico do Núcleo do 9º Batalhão de Saúde.

Os instruendos também passaram pela pista de progressão e resgate sob fogo (Care Under Fire), simulando uma zona de confronto. Foram utilizadas armas de airsoft elétricas, equipamentos de proteção individual e um manequim com articulações e peso real, representando a vítima. Durante o trajeto, os instruendos fizeram o reconhecimento do local e aplicaram técnicas de segurança da equipe e da vítima, retração da vítima para um local coberto e abrigado, primeiros socorros imediatos no terreno e retração do ferido até uma área segura.

No tema de evacuação aérea do ferido, os instruendos treinaram a fixação da maca na aeronave e a monitorização dos sinais vitais. Houve ainda a simulação de intercorrência médica grave para ser revertida pelos instruendos.

A pista de atendimento pré-hospitalar tático contou com o apoio da Base Área de Campo Grande, do Hospital Militar de Área de Campo Grande e do 3º Batalhão de Aviação do Exército, que forneceram os instrutores e os equipamentos necessários para a realização das oficinas práticas, além dos instrutores capacitados em saúde operacional e as aeronaves para a simulação das evacuações.

Fonte: 9º Grupamento Logístico