Exército garante vacinação de comunidades indígenas no Amapá #EBpreservandovidas

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 13 fev 2021
Crédito: 2º BAVEx

Taubaté (SP) – Entre os dias 5 e 7 de fevereiro, uma aeronave Pantera K2 do 2º Batalhão de Aviação do Exército (2º BAvEx) realizou o transporte de vacinas contra a covid-19, equipes de saúde e materiais básicos de subsistência para prestar apoio às comunidades indígenas localizadas em áreas de difícil acesso no interior do estado do Amapá.

A participação da aeronave do 2º BAvEx se enquadrou no contexto da Operação Covid-19, que visa o emprego das Forças Armadas, através dos seus recursos operacionais e logísticos, em apoio aos diversos órgãos do Governo Federal para combate e prevenção à covid-19 em todo o território nacional.

Sob a coordenação da 22ª Brigada de Infantaria de Selva (22ª Bda Inf Sl), a atividade ocorreu em um ambiente interagências contando com a participação de militares do Comando Conjunto Norte (CCjN) e de equipes do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI), órgão subordinado à Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) do Ministério da Saúde. O objetivo dessa fase da operação foi contribuir com a completa imunização das comunidades indígenas Ywyrareta, Mukuru e Aruwaity, nos municípios de Laranjal do Jarí e Pedra Branca do Amapari, no interior do Amapá.

Assim, durante todo o período da missão, o emprego da aeronave do 2º BAvEx percorreu mais de 1,4 mil km na selva amazônica, sendo fundamental para o transporte de todo o apoio necessário ao combate à covid-19.

 

Fonte: 2º BAvEx


Fonte: Agência - Verde-oliva