Associação Nacional de Equoterapia, parceira do Exército, completa 30 anos de bons serviços à comunidade

${the_title} - ${company_name}

Crédito: S Ten Ageu Souza

Brasília (DF) – Homem e cavalo. Uma relação existente desde as primeiras civilizações. No transporte, na agricultura ou nas guerras, o cavalo sempre galopou bem perto do ser humano. Já o emprego do animal com finalidade terapêutica é algo mais recente. Os primeiros relatos remetem ao Século XVIII, em estudo publicado pelo médico alemão Samuel Quelmaz. O método chegou às terras brasileiras em 1971 e ganhou impulso em 1989, com a criação da ANDE Brasil, a Associação Nacional de Equoterapia. A entidade, que tem parceria com o Exército Brasileiro, completou 30 anos de bons serviços no último dia 10 de maio.

A data foi celebrada com uma festa em sua sede nacional, em Brasília. Durante as comemorações, o público apreciou uma série de apresentações equestres, participou de um culto ecumênico e assistiu à entrega de uma série de prêmios a colaboradores da entidade. O evento contou com a participação de familiares dos praticantes, denominação dada às pessoas atendidas na equoterapia, além de diversas personalidades, incluindo o antigo Comandante do Exército, General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, entusiasta da atividade.

O presidente da ANDE, Coronel Jorge Dornelles Passamani, salientou que a entidade faz um trabalho sério em prol da equoterapia, difundindo a atividade em todo o Brasil, por meio da capacitação de pessoal especializado e no suporte ao trabalho de centros específicos no país. "Por intermédio da atuação da ANDE, muitas pessoas passaram a ter acesso a esse tratamento complementar de qualidade. Temos a satisfação em contribuir para o preparo do pessoal que trabalha com equoterapia, sem dúvida profissionais diferenciados".

Em setembro de 2018, a ANDE firmou um termo de parceria com o Exército Brasileiro, permitindo à família militar a execução de diversas atividades de apoio às pessoas com deficiências. O projeto é coordenado pelo Departamento-Geral do Pessoal (DGP), sendo executado pela Diretoria de Civis, Inativos, Pensionistas e Assistência Social (DCIPAS).

Atualmente, são atendidas cerca de 130 pessoas no Centro Básico de Equoterapia da ANDE, localizado na Granja do Torto. É um trabalho multidisciplinar, com a atuação de psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, professores de educação física e instrutores de equitação. O atendimento é gratuito e o acesso se dá mediante fila de espera. A associação coordena a capacitação de profissionais que atuam nesse tratamento em mais de 300 unidades espalhadas pelo Brasil, incluindo algumas organizações militares da Arma de Cavalaria do Exército Brasileiro.

 

Contatos da ANDE-Brasil: Telefone 3468-7092 e e-mail ande@equoterapia.org.br

Fonte: Agência Verde-Oliva


Crédito: S Ten Ageu Souza