Militares do Exército Brasileiro atuam na prevenção de ilícitos fronteiriços junto ao Rio Oiapoque

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 15 abr 2019

MACAPÁ (AP) – O Comando de Fronteira Amapá e 34º Batalhão de Infantaria de Selva (CFAP/34º BIS) iniciou, no dia 11 de abril de 2019, a Operação Tumucumaque. Trata-se de uma operação combinada, conforme acordo militar bilateral, em que tropas, valor Batalhão, do Exército Brasileiro e dos Legionários Franceses, da Guiana Francesa, atuarão de forma coordenada para combater os delitos transfronteiriços e ambientais.

Durante o dia, as tropas brasileiras realizaram o patrulhamento e controle do Rio Oiapoque, no lado brasileiro da fronteira, e os franceses, no seu lado da fronteira, procederam ao patrulhamento do Rio Sikini e o controle do Rio Oiapoque. Ao final do dia, o Estado-Maior do 3º Regimento Estrangeiro de Infantaria deslocou-se para o Destacamento Especial de Fronteira de Vila Brasil (BR) para compor o Posto de Comando Combinado, participando da emissão de uma ordem fragmentária acerca das próximas missões.

No dia 12 de abril, as tropas do CFAP/34º BIS executaram o patrulhamento fluvial na calha do Rio Marupi e o controle de embarcações no Rio Oiapoque em conjunto com as tropas legionárias francesas. Além disso, em coordenação com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), participou do recenseamento na localidade de Ilha Bela.

No terceiro dia da Operação Tucumaque, as tropas do CFAP/34º BIS levaram a “Mão Amiga” do Exército Brasileiro a um dos mais distantes rincões do Brasil. Apoiados pela Secretaria de Saúde do município de Oiapoque, foi realizada uma ação cívico-social (ACISO) na localidade de Vila Brasil, distante do Oiapoque aproximadamente 100 km rio acima. Na ocasião, foi oferecido à população atendimento médico e odontológico, bem como foram feitas orientações sobre cuidados básicos de saúde, distribuição de kits anti-malária e teste rápido de HIV.

Fonte: CFAP/34º BIS