Reunião discute parceria entre a Universidade de Brasília e Exército para melhorias em processos seletivos

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 27 mar 2019
Crédito: S Ten Edmilson

Brasília (DF) – O desenvolvimento de instrumentos de avaliação psicológica específicos para o Exército Brasileiro em seus processos seletivos foi o tema da reunião entre o General de Brigada Vinicius Ferreira Martinelli, Diretor de Educação Técnica Militar (DETMil), e a Reitora da Universidade de Brasília (UnB), Professora Márcia Abrahão Moura, no dia 21 de março, no salão da reitoria da UnB, em Brasília.

O objetivo do encontro foi viabilizar uma parceria entre o Instituto de Psicologia da UnB (IP/UnB) com o Centro de Psicologia Aplicada do Exército (CPAEx) para o desenvolvimento de instrumentos psicológicos. “É uma oportunidade de nós trabalharmos em prol do desenvolvimento do país. Nós só temos que agradecer e desejar que dessa parceria surjam outros trabalhos junto ao Exército”, comemorou a Reitora Márcia Abrahão.

Na ocasião, foram discutidos o plano de trabalho, entre as equipes do Instituto de Psicologia da UnB e do CPAEx, para a construção dos testes e as possibilidades de capacitação dos psicólogos do CPAEx. Professora da UnB do Departamento de Psicologia Clínica do Programa de Pós-graduação do Trabalho e das Organizações, Cristiane Faiad explica que essa parceria vem com o foco em  melhorias de uma ação específica na área de gestão de pessoas, que é a área de processos avaliativos, em que a universidade com todo seu know how na construção de instrumentos psicológicos vai auxiliar o Exército dentro do processo avaliativo.

A parceria está incluída no projeto estratégico estruturante de avaliação psicológica nos processos seletivos da Força Terrestre, possibilitando que a instituição tenha instrumentos exclusivos e apropriados para uso em seus processos seletivos de recursos humanos. “É uma excelente oportunidade para desenvolvermos um trabalho científico e assim melhorarmos os processos seletivos protegendo a instituição e a sociedade”, explica o General Martinelli.

Fonte: Agência Verde-Oliva


Crédito: S Ten Edmilson