Avaliando a evolução da adaptação à rotina militar

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 25 mar 2019
Crédito: Arquivo da RM

Curitiba (PR) – Na semana de 11 a 15 de março de 2019, os aspirantes a oficial do Exército Brasileiro que realizam o Estágio de Adaptação e Serviço (EAS) e o Estágio de Serviço Técnico (EST) na guarnição, foram inspecionados pela Seção de Instrução do Comando da 5ª Região Militar (5ª RM), para verificar a evolução da adaptação às rotinas castrenses e dos padrões de desenvolvimento, com destaque para as seguintes matérias: armamento, munição e tiro, ordem unida e continência e sinais de respeito.

O grupo inspecionado era formado por profissionais da área de saúde e técnicos em geral, que realizavam a primeira fase das atividades dos estágios supracitados, com duração prevista de 45 dias.

O EAS é destinado a médicos, farmacêuticos, dentistas e veterinários e o EST a profissionais técnicos de diversas graduações, tais como: comunicação, direito, assistência social, magistério e contabilidade.

De forma geral, os seguintes objetivos intermediários foram verificados por ocasião das inspeções: montagem e desmontagem de pistola, procedimentos de segurança com armamento e do aquartelamento, continência, sinais de respeito e ordem unida com comando de tropa em movimento a pé firme e voltas em marcha, considerados fundamentais para a formação do caráter militar. 

Fonte: 5ª RM