Exército emprega mais de 850 militares em operação para fiscalização de explosivos no Estado de São Paulo

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 25 mar 2019
Mais de 850 militares foram empregados na operação

São Paulo (SP) – No dia 21 de março de 2019, o Comando Militar do Sudeste (CMSE), a 2ª Divisão de Exército (2ª DE) e a 2ª Região Militar (2ª RM), por meio do Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC), realizaram a Operação Hiperion em todo o Estado de São Paulo.

A operação teve como objetivo intensificar a fiscalização de todo o ciclo de vida dos materiais explosivos e correlatos, de modo a contribuir para a melhoria da segurança da sociedade, a preservação da ordem pública, a incolumidade das pessoas e do patrimônio, assim como a prevenção de ilícitos.

Procedimentos como a verificação da documentação, das condições de segurança, do controle da produção e estoque, do armazenamento, comercialização e transporte, bem como a utilização de explosivos, foram algumas das ações realizadas.

Embora mais de 80% das empresas fiscalizadas estivessem em situação de regularidade com a legislação vigente, cerca de 10 toneladas de emulsão encartuchada/pastosa foram apreendidas, além de 172 kg de espoleta elétrica e aproximadamente 2,5 toneladas de iniciadores por estarem em desacordo com a lei regulatória sobre produtos controlados pelo Exército (PCE). Seis empresas também foram autuadas por irregularidades administrativas.

Mais de 850 militares, entre tropas da 11ª Brigada de Infantaria Leve e da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) e equipes de fiscalização de PCE, foram empregados em pontos de controle nas rodovias Dutra, Anchieta, Imigrantes, Bandeirantes e Anhanguera e em diversos objetivos na capital e no interior do Estado.

As ações ainda contaram com a participação da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar Rodoviária de São Paulo, do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de São Paulo, da Agência Nacional de Transportes Terrestres, da Polícia Civil do Estado de São Paulo, da Agência de Transportes do Estado de São Paulo, da Secretaria de Fazenda do Estado de São Paulo, da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, da CCR Nova Dutra, da CCR Autoban e da Ecovias.

A fiscalização de produtos controlados é realizada de forma rotineira pelo Exército Brasileiro, com respaldo no decreto 3.665, de 20 de novembro de 2000, e na portaria nº 255, de 27 de fevereiro de 2019, por meio de operações específicas, com a finalidade de verificar a conformidade legal instituída em normas relativas às atividades com PCE.

 

Assista, aqui, ao vídeo.

Fonte: CMSE


Mais de 850 militares foram empregados na operação