Em Florianópolis, solenidade é marcada por um emocionante encontro de gerações distantes no tempo

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 25 fev 2019

Florianópolis (SC) – Durante a solenidade em 21 de fevereiro, com a presença de militares das Forças Armadas e das Forças Singulares, para comemorar os 74 anos da ferrenha batalha pela tomada de Monte Castelo, durante a Segunda Guerra Mundial, foi possível testemunhar o encontro singelo entre o passado e o presente, que uniu gerações distantes no tempo. O ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira (FEB), Sr Alcides Basso, presidente da Associação dos Veteranos da FEB em Santa Catarina, teve um encontro ímpar com o jovem Felipe Oechsler Baptista, um dos convidados para o evento.

As medalhas no peito do ex-combatente da FEB, a farda camuflada que vestia o menino com o distintivo da cobra fumando e a continência, revelaram, na imagem, o espírito do guerreiro, aquele que com trabalho silente, transforma a cada dia a Força Terrestre.

O encontro entre passado e presente renova a nobre missão de cultuar heróis e seus feitos, apresentando-os aos jovens como exemplo de coragem, denodo, garra e galhardia, virtudes individuais que habitam cada soldado e forjam cidadãos.

A imagem que retrata gerações, convida militares e civis para um novo tempo, em que o essencial será o protagonismo da Força Terrestre, na consecução dos objetivos traçados para o desenvolvimento do Brasil.