Prêmio Mérito Desportivo do Exército reconhece e premia os esforços e as conquistas ao longo de 2018

${the_title} - ${company_name}

Rio de Janeiro (RJ) – Reconhecer e premiar os esforços e as conquistas das agências desportivas, dos dirigentes, dos técnicos e dos atletas do Exército Brasileiro ao longo de 2018. Foi com essa finalidade que o Centro de Capacitação Física do Exército (CCFEx) realizou, no dia 11 de dezembro, a 2ª Edição do Prêmio Mérito Desportivo do Exército, no auditório General de Exército Newton de Andrade Cavalcanti, situado nas instalações da Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx), na Urca, no Rio de Janeiro.

O evento, que teve início às 10 horas, contou com a participação do Diretor de Ensino Preparatório e Assistencial (DEPA), General de Divisão Flávio Marcus Lancia Barbosa; e do Chefe do CCFEx e Presidente da Comissão de Desportos do Exército (CDE), General de Brigada André Luiz Ribeiro Campos Allão; acompanhado por Presidentes das Confederações e Federações do Desporto Nacional.

Durante o Prêmio, o General Allão enfatizou o papel do esporte na sociedade. “Estamos aqui comemorando conquistas, superações. O esporte é capaz de projetar um país inteiro e de estimular os jovens. Além de trabalhar com valores e meritocracia, ele mexe com vitórias e fracassos. Por isso, reconhecemos o seu valor”, destacou o Presidente da CDE.     

A 2ª edição do Prêmio Mérito Desportivo do Exército teve 24 premiações, distribuídas em cinco categorias (Desporto Escolar, Desporto do Corpo de Tropa, Desporto de Alto Rendimento, Colaboradores e Troféu Guilherme Paraense). O ponto alto da cerimônia se deu no momento da entrega do prêmio na categoria Desporto de Alto Rendimento. Em esportes individuais, o vencedor foi o Terceiro-Sargento Leonardo de Deus, atleta da modalidade natação. O militar não pôde comparecer ao evento, mas enviou uma mensagem direto da China, onde participa de um Campeonato. Atualmente, Leonardo de Deus ocupa o oitavo lugar no ranking mundial da natação.

Em esportes coletivos, o destaque ficou para a Terceiro-Sargento Eduarda Santos Lisboa, atleta militar de vôlei de praia. Conhecida no meio esportivo por Duda, a atleta se tornou bicampeã Mundial Sub-21 em 2017 e iniciou uma parceria de sucesso com Ágatha Bednarczuk, conquistando o Circuito Mundial e o World Tour Finals, em 2018.

Em esportes de combate, o prêmio ficou para o Terceiro-Sargento Vinícius Rezende Figueira, do Karatê. O militar do Exército Brasileiro está passando por uma excelente fase. Além de ficar em 1º lugar no ranking mundial na categoria até 67 kg da WKF, ele conquistou o vice-campeonato mundial de Karatê na Espanha. Vinícius também foi escolhido como atleta destaque do Karatê pelo COB pela conquista do Ouro no Campeonato Urmia Open, no Irã; e do Bronze, no Mundial da Alemanha.

Em esportes militares, o prêmio foi para a Terceiro-Sargento Elisângela Quaresma da Silva Santos, pela modalidade Pentatlo Militar. A atleta tem se destacado no esporte, tornando-se Campeã Geral do Heptatlo, nos Jogos Abertos de Santa Catarina; ocupando a segunda colocação como Newcomer, no 65º Campeonato Mundial de Pentatlo Militar; e alcançando o terceiro lugar na competição de lançamento de Granada, no 65º Campeonato Mundial de Pentatlo Militar. 

Além dos atletas militares agraciados, o Prêmio contou com a presença de importantes integrantes do Programa de Atletas de Alto Rendimento (PAAR) do Exército Brasileiro como o Terceiro-Sargento Felipe Wu, medalhista olímpico do Tiro Esportivo, e da Terceiro-Sargento Wélissa de Souza Gonzaga, mais conhecida como a jogadora de Vôlei Sassá, Campeã Olímpica em Pequim, em 2008.   

Para ganhar o Prêmio Guilherme Paraense, entregue a atletas ou dirigentes militares do passado, que se destacaram, ao longo dos anos, em competições nacionais e internacionais, o escolhido foi o General de Divisão R1 Décio dos Santos Brasil, antigo Chefe do CCFEx e do DECEx. O General Brasil se mostrou bastante honrado com o título. “Eu tive o privilégio de servir aqui no CCFEx durante os grandes eventos esportivos que o nosso País recebeu nos últimos anos. O processo de transformação do Centro se iniciou com os Jogos Mundiais Militares de 2011, realizado aqui no Rio de janeiro. A partir desse momento, tivemos a oportunidade de tornar esse local como um centro de referência para a Educação Física do nosso País. E Hoje, eu me sinto lisonjeado por fazer parte dessa história”, finalizou o Gen Brasil.       

Na ocasião, o Gen Lancia também falou da importância do CCFEx no cenário do desporto brasileiro. “Estamos aqui, num dos melhores Centros de Educação Física do Brasil; e também podemos dizer que é um dos melhores do mundo”. A autoridade também destacou a premiação dos alunos Alexander de Rosso Crestani, e Débora Reis, respectivamente dos Colégios Militares de Porto Alegre e do Rio de Janeiro. “O Exército Brasileiro tem como compromisso promover o esporte, a competição sadia; e principalmente, estimular a superação. Todos os dias, nós incentivamos os nossos alunos a praticar uma atividade física. Por meio dela, eles aprendem os valores que a Força Terrestre preconiza”, afirmou o Gen Lancia.



Fonte:CCFEX