Cerimônia em Santa Maria, Rio Grande do Sul, exalta memória dos heróis que tombaram na Intentona Comunista

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 28 nov 2018
Crédito: Sd Henckes

Santa Maria (RS) – Exaltar a memória dos heróis que morreram durante a Intentona Comunista de 1935 foi a finalidade da cerimônia realizada pela 3ª Divisão de Exército (3ª DE), Divisão Encouraçada, no dia 27 de novembro, junto ao monumento inaugurado em 1960, pela Prefeitura Municipal e a Guarnição Militar de Santa Maria.

A solenidade, que iniciou com o canto do Hino Nacional, foi presidida pelo Comandante da 3ª DE, General de Divisão Mauro Sinott Lopes, e contou com a presença dos comandantes e representação das organizações militares da “Capital dos Blindados” e da “Reserva Encouraçada”.

“Que as lições do passado e o sangue derramado pelos que tombaram na defesa da Pátria sirvam de farol para que jamais brasileiros peguem novamente em armas contra seus compatriotas, em nome de ideologias políticas contrárias aos ideais democráticos”, foi a mensagem final do texto alusivo, lido pelo Comandante da Divisão Encouraçada.

No prosseguimento, o General Sinott e o Diretor do Jornal Inconfidência, Coronel Carlos Cláudio Miguez, realizaram a troca das placas alusivas aos mortos na Intentona Comunista de 1935.

O último ato da cerimônia foi a entoação do toque de silêncio, em memória aos heróis brasileiros que tombaram durante a Intentona Comunista de 1935, como exemplo de devoção ao cumprimento do dever e de amor à Pátria.

O Exército Brasileiro tem como cultura institucional homenagear os grandes vultos da Pátria e manter viva a lembrança de seus feitos, interpretando acontecimentos de que participaram e recolhendo os exemplos que nos legaram.

Fonte: 3ª DE


Crédito: Sd Henckes