Operação Ágata nas fronteiras dos Estados do Paraná e Santa Catarina

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 27 nov 2018

Curitiba (PR) – A 5ª Divisão de Exército (5ª DE) coordenou a Operação Ágata durante o mês de novembro. No Estado de Santa Catarina a 5ª DE atuou com a Força-Tarefa 14º Regimento de Cavalaria Mecanizado, composta pelo Regimento e reforçada por militares do 62º Batalhão de Infantaria, com sede em Joinville. Já no Paraná a 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, com sede em Cascavel, operou na faixa de fronteira de sua responsabilidade. Mais de mil militares atuaram nos dois estados e foram cobertos perto de 600 km2 da fronteira.

A Operação foi desencadeada em coordenação com os diversos órgãos de segurança pública e de fiscalização federais, estaduais e municipais, em ambiente interagências, com os objetivos de fortalecer a presença do Estado na região combater a prática de ilícitos transfronteiriços e ambientais, ampliando a sensação de segurança da população. Segundo o Comandante Militar do Sul, General de Exército Geraldo Antônio Miotto, a 5ª DE, além de seu papel principal na constituição na defesa da Pátria, opera para coibir o ilícito transnacional no Paraná e Santa Catarina.

Foram realizadas ações durante 24 horas no período da operação. Além das ações preventivas e repressivas, a 5ª DE efetuou ações cívico-sociais (ACISO) no Paraná e em Santa Catarina. A ação cívico-social é uma oportunidade da comunidade local conhecer um pouco mais sobre o Exército Brasileiro. Para o Comandante da 5ª DE, General de Divisão Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, a 5ª DE atua de forma constitucional e de forma conjunta com os órgãos de segurança pública.

Fonte: 5ª DE