Interventor Federal e Comandante Militar do Leste ministra palestra na Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 21 nov 2018
Crédito: Sd R. Menezes

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 14 de novembro, o Interventor Federal na Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro e Comandante Militar do Leste, General de Exército Walter Souza Braga Netto, ministrou palestra na Escola de Aperfeiçoamento de Oficias (EsAO), abordando o tema “Intervenção Federal na Área de Segurança Pública no Estado do Rio de Janeiro". Numa atmosfera de interatividade e participação ativa, os 449 capitães-alunos do 2º ano da Escola puderam formular perguntas e tecer considerações sobre o conteúdo abordado.

O Estado do Rio de Janeiro está sob Intervenção Federal desde fevereiro deste ano, cuja previsão de término é 31 de dezembro. Nesse período, de aproximadamente 9 meses, vem-se forjando, segundo o General, um legado intangível para o Estado do Rio, representado, por exemplo, pela integração das inteligências, pela capacitação de pessoal, pelo aperfeiçoamento de estruturas logísticas e de recursos humanos, entre outros.

Trazendo um balanço parcial, o General Braga Netto realçou os números positivos da Intervenção Federal, tais como a redução significativa dos roubos de cargas, dos homicídios dolosos e dos roubos a caixas eletrônicos, sobretudo em comparação ao ano anterior.

Conhecida como a Casa do Capitão, a EsAO iniciou suas atividades em 1920, sob inspiração da Missão Militar Francesa no Brasil, e já aperfeiçoou mais de 30 mil capitães neste longínquo período de atuação. Neste ano, o corpo discente é formado por militares do Exército e da Marinha do Brasil, além de oficiais do Paraguai, Uruguai, Angola, Moçambique, São Tome e Príncipe e Guiana.

Entre os presentes, prestigiaram o evento o Diretor de Educação Superior Militar, General de Divisão João Batista Bezerra Leonel Filho, o Comandante da EsAO, General de Brigada Marcos de Sá Affonso da Costa,  e o  Assessor de Estudos Táticos da EsAO, General de Brigada José Carlos Braga de Avellar.

 

 

Fonte: CML


Crédito: Sd R. Menezes