Tiro Esportivo integra Instituições de Segurança Pública

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 07 nov 2018
Crédito: Fotos: Sd P. Lopes

Campo Grande (MS) – Militares do Exército Brasileiro, Ala 5, agentes do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), da Polícia Federal e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), se reuniram na manhã desta quarta-feira, 7 de novembro, no Clube de Tiro Campo Grande, Coronel Quito, para um momento de integração entre as Instituições. Eles participaram da Prova de Fuzil alusiva à Proclamação da República e Bandeira do Brasil, organizada pelo Comando Militar do Oeste (CMO).

“É uma competição rápida, mas importante, também, até mesmo como treinamento para os participantes”, explicou o coordenador da Agência Desportiva do CMO, Coronel Carlos Fernando Laffranchi.

A prova contou com dois representantes de cada organização e cada um teve a oportunidade de atirar 15 vezes, cinco em cada distância: 60 metros, posição de joelho, 200 metros, na posição deitado e 100 metros, na posição em pé, sem apoio.

“Disponibilizamos para os participantes o FAL, com munição que sobrou dos treinamentos para os Jogos Desportivos do Exército”, comentou o Diretor da Prova, Coronel Walney Pinheiro de Ávila.

O agente da Polícia Federal, Leandro de Oliveira Vasconcelos, um dos participantes da competição, falou da importância de momentos como esse. “Essa oportunidade de conhecer pessoas de outras Forças e, ainda, praticar tiros, principalmente para quem precisa sempre aprimorar a técnica, é enriquecedor.”

Para o Agente Federal de Execução Penal do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Thiago Amaral, competições como essa são importantes para difundir o esporte. “O tiro é um esporte olímpico e ainda não é muito difundido. Poderíamos ter mais iniciativas como essa. Para nós, que atuamos com armamento e precisamos de qualidade nos disparos, a competição é um plus. É um prazer participar dessa prova. Agradecemos o convite”.



Fonte:CMO

Crédito: Fotos: Sd P. Lopes