Ponte emergencial LSB, no Vale do Jequitinhonha, é desmobilizada após quase 3 anos de operação


Ipameri (GO) – Desde 8 de outubro, uma equipe da 23ª Companhia de Engenharia de Combate (23ª Cia E Cmb), orgânica à 3ª Brigada de Infantaria Motorizada (3ª Bda Inf Mtz), esteve trabalhando na desmobilização da ponte do tipo Logistic Support Bridge (LSB), tendo terminado todos os serviços no dia 2 de novembro. A estrutura havia sido montada emergencialmente em novembro de 2015, pela 23ª Cia E Cmb, sobre o Rio Rubim do Sul, com a finalidade de estabelecer o tráfego da BR-367, no trecho que liga o litoral Sul da Bahia (Porto Seguro) ao norte de Minas Gerais, entre os municípios de Jacinto e Almenara.

Após três anos da operação, denominada Jequitinhonha, a Pontoneira do Planalto, em  parceria com o 2º Batalhão Ferroviário (que ficou com a responsabilidade de operação da ponte no ano de 2017), garantiram a segurança na travessia de veículos de todos os portes, sem que se tenha registrado acidente algum.

Durante a missão, a 23ª Cia E Cmb recebeu diversos apoios logísticos do 55º Batalhão de Infantaria Motorizado (55º BI Mtz), de Montes Claros (MG), e do 2º Batalhão Ferroviário (2º B Fv), de Araguari (MG), tendo em vista que a ponte estava a 1.400 km de distancia da sede da Companhia.

Para dar suporte e apoio às atividades de controle, manutenção e segurança da travessia, foi necessário criar o Destacamento Jacinto (DEJA), com um efetivo de aproximadamente 14 militares, realizando a troca do pessoal a cada 30 dias.

No período em que a ponte esteve em operação, mais de 630 mil veículos de grande, médio e pequeno porte realizaram a travessia. A operação Jequitinhonha, por sua distância da sede e complexibilidade logística, tornou-se a missão mais prolongada executada pela Pontoneira do Planalto.

 

Relembre o que aconteceu

Na manhã de 29 de setembro de 2015, a ponte que ligava os municípios de Jacinto e Almenara era de madeira. Protestos de moradores levaram ao incêndio que a destruiu, após o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) constatar o comprometimento de sua estrutura. Os manifestantes exigiam melhorias no local.

O Exército Brasileiro foi, então, acionado para restabelecer provisoriamente a comunicação viária na região, tendo lançado a ponte LSB no mês de novembro do mesmo ano.

 



Fonte:23ª Cia E Cmb