150 anos da Travessia do Chaco é comemorado no 9º Batalhão de Engenharia de Combate

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 22 out 2018
Crédito: ST Chagas Alves; Sd Daniel; Sd Nogueira

Aquidauana (MS) – No dia 19 de outubro, o Exército Brasileiro realizou as comemorações alusivas aos 150 anos da Travessia do Chaco, com o objetivo de homenagear todos os militares brasileiros que, heroicamente, construíram a Estrada do Chaco, na Campanha da Tríplice Aliança.

O evento ocorreu no 9º Batalhão de Engenharia de Combate (9º BE Cmb), na Guarnição de Aquidauana (MS). A celebração envolveu os seguintes eventos: lançamento de medalha comemorativa, premiação do concurso de pintura e redação, palestra, encenação ao ar livre e almoço de confraternização. O evento foi presidido pelo Chefe do Departamento de Engenharia e Construção, General de Exército Claudio Coscia Moura; e contou com a presença do Comandante Militar do Oeste, General de Exército Lourival Carvalho Silva; comitiva de militares de Brasília (DF), Porto Alegre (RS) e Campo Grande (MS); o prefeito da cidade de Aquidauana, Senhor Odilon Ribeiro; o prefeito da cidade de Anastácio, Senhor Nildo Alves; e outras autoridades dos poderes executivo, legislativo e judiciário, de ambas as cidades; e ainda, de estudantes da rede pública de ensino.

 

Histórico

Durante a Guerra da Tríplice Aliança, Caxias precisava atacar, pela retaguarda, o Exército Paraguaio em suas linhas defensivas do Piquissiri, desbordando a posição de Angustura. Nesse contexto, a melhor opção foi a Travessia do Chaco. Foram quase 11 Km de estrada em terreno pantanoso. Missão difícil de executar, mas não impossível para a Engenharia Imperial.

Os paraguaios acreditavam na impossibilidade de deslocamento do Exército pelo Chaco, que se apresentava como um obstáculo natural, quase intransponível. O Marquês de Caxias seguiu o conselho de Maquiavel: "É preciso ousar, empreender aquilo que o adversário julga impossível" (Estrada do Chaco, obra do Coronel Pedro Paulo Cantalice Estigarribia).



Fonte:9º BE Cmb

Crédito: ST Chagas Alves; Sd Daniel; Sd Nogueira