Eficiência no planejamento gera visibilidade aos Jogos Desportivos do Exército 2018

${the_title} - ${company_name}

Brasília (DF) – São seis dias de competições, mas os preparativos para os Jogos Desportivos do Exército 2018 começaram assim que a última edição terminou. Fora das arenas, das pistas e do campo, um time de militares virou dias planejando a rotina de competições. Um trabalho que foi intensificado nos últimos meses para que nada saísse do previsto.

É o caso da Comunicação Social que montou um Centro de Mídia composto por integrantes de várias organizações militares de Brasília e de outras partes do Brasil. Já na semana anterior ao início das provas, a equipe de recepção estava a postos no Comando Militar do Planalto (CMP), no Aeroporto JK e em outros pontos da Capital Federal, para dar boas-vindas a atletas, técnicos e membros da comissão organizadora.

Para que os participantes das competições, colegas de farda, familiares e as torcidas espalhadas pelos mais longínquos cantos do país ficassem bem informados, um grupo ficou responsável pela produção e divulgação de conteúdo. Seja nas páginas oficiais na internet ou nas redes sociais dos JDE, do CMP, da Comissão de Desportos do Exército (CDE), vídeos e textos foram publicados em tempo real. “Com isso alcançamos não só o público interno, mas também o externo. Tivemos a cobertura jornalística de veículos importantes, em se tratando de audiência. Isso, com certeza, ajuda a fortalecer o evento e o papel do Exército”, explicou o Tenente-Coronel Gustavo Queiroz Queirod de Oliveira, chefe da Comunicação Social dos JDE 2018.

Outra área fundamental, considerada o pulmão dos JDE, foi a Secretaria. Sete militares ficaram dedicados a esse trabalho, chefiado pelo Major Vinicius Santana, da CDE. Todos os dias os resultados das modalidades foram consolidados em um Boletim Diário – a fonte oficial de informações sobre as disputas e rotinas envolvendo o evento.

Nos dias que antecederam as competições, toda a equipe da Secretaria se concentrou no credenciamento e confecção de mais de mil crachás para garantir a segurança e identificação dos participantes. A área também preparou os kits que foram entregues a todas delegações, comitê organizador e força de trabalho, contendo camiseta, boné, bótom e squeeze dos Jogos.

O mesmo preparo teve a equipe responsável pelas aquisições dos materiais e equipamentos usados nas competições. Foram mais de cinco mil itens esportivos adquiridos. Tarefa que exigiu longo planejamento dos militares, coordenados pelo Capitão Flávio dos Santos Raupp, do CMP. Um trabalho que, assim como na Comunicação Social e na Secretaria, só termina quando os preparativos para os próximos Jogos Desportivos do Exército forem iniciados.



Fonte:CMP