Centralização de compras gera a redução de custos de quase 60 milhões de reais na Guarnição de Curitiba


Crédito: Sgt Gustavo

Curitiba (PR) – “Agilizamos o atendimento às necessidades do quartel e desafogamos muito o trabalho da nossa Seção de Aquisições, Licitações e Compras (SALC) com os pregões centralizados”, afirmou entusiasmado o comandante do Parque Regional de Manutenção da 5ª Região Militar, Tenente-Coronel Jason Ferrari Risso, durante a reunião de encerramento do 1º Grupo de Coordenação e Acompanhamento de Licitações e Contratos (GCALCda guarnição de Curitiba. A organização militar aderiu a 21 dos 36 pregões realizados ou em andamento.

Ordenadores de Despesa, Fiscais Administrativos e Chefes de SALC da guarnição realizaram a entrega de relatórios e apresentação dos resultados no Forte do Pinheirinho. Os trabalhos do grupo garantiram uma diferença de R$ 57 milhões em relação aos valores de todos os serviços e produtos cotados.

Os comandantes de organizações militares destacaram, ainda, a melhoria da qualidade e especificação de produtos e serviços, diminuição do número de processos e economia de material e recursos humanos com a execução de pregões centralizados. “Isso ficou notório nos 11 pregões que realizamos”, destacou o comandante da Base de Administração e Apoio da 5ª Divisão de Exército, Tenente-Coronel Carlos Roberto, que coordenará o 2º GCALC de Curitiba. A perspectiva é de que também haja redução no número de processos administrativos.

 

Estratégia a ser mantida e ampliada

A criação dos GCALC foi proposta pela Secretaria de Economia e Finanças, por meio de uma portaria, de 2014, que normatizou o Sistema de Registro de Preços. Com o objetivo de definir procedimentos de compras e contratação de serviços comuns, o sistema busca o planejamento dos órgãos setoriais e técnicos normativos para aquisição de bens e serviços peculiares sob sua responsabilidade.

A reunião foi acompanhada pelo comandante da 5ª Região Militar, General de Brigada Aléssio Oliveira da Silva, que ressaltou a importância de ampliação do GCALC, como forma de melhorar a estratégia de compras e contratação de serviços comuns. “Fico contente por poder estar aqui, conferindo esses dados e informações. É um desafio a ser mantido e ampliado, a fim de bem aplicar os recursos que nos são passados pelo povo brasileiro”, enfatizou.



Fonte:5ª RM

Crédito: Sgt Gustavo