58 Anos preservando e divulgando a memória da participação brasileira na Segunda Guerra Mundial

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 13 ago 2018
Crédito: 2º Sgt Paulo Marcelo dos Santos

Rio de Janeiro (RJ) – Em 10 de agosto, o Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial (MNMSGM) celebrou seus 58 anos de existência, preservando e divulgando a memória da participação brasileira na Segunda Guerra Mundial.

A cerimônia foi presidida pelo Diretor do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército, General de Divisão Riyuzo Ikeda, acompanhando do Contra-Almirante Amintas da Silva Viamonte, Chefe do Estado-Maior do 1º Distrito Naval; do General de Brigada Walter Nilton Pina Stoffel e do General de Brigada Severino de Ramos Bento da Paixão, antigos Diretores do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército; e do Coronel Robson de Menezes Peroni Campos, Diretor do MNMSGM.

Na ocasião, foram homenageados personalidades civis e militares que prestaram relevantes serviços ao Monumento, com o Diploma de "Amigo do MNMSGM".

Ocorreram, também, a outorga da Medalha Marechal Mascarenhas de Moraes e Medalha Sangue dos Heróis, concedidas pela Associação Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira e Associação Nacional dos Ex-Combatentes – Seção Nova Iguaçu, respectivamente.

Ao término da cerimônia, a banda de música do 1º Batalhão de Guardas, junto com a banda de Gaitas de Fole "Brazilian Piper", apresentaram-se ao público.

A solenidade contou, ainda, com a presença de Veteranos da Força Expedicionária Brasileira, antigos Diretores do Monumento, autoridades civis e militares, e de parentes dos agraciados.



Fonte:MNMSGM

Crédito: 2º Sgt Paulo Marcelo dos Santos