14ª Visita institucional à Amazônia com integrantes do Poder Judiciário e das Funções Essenciais à Justiça


Publicação: Qua, 08 ago 2018 11:11:00 -0300

São Gabriel da Cachoeira (AM) – No período de 26 a 28 de julho, o Gabinete do Comandante do Exército promoveu a 14ª visita institucional à Amazônia com membros do Poder Judiciário e das Funções Essenciais à Justiça em conjunto com a Assessoria Parlamentar e de Relações Institucionais do Comandante da Aeronáutica (ASPAER). A comitiva estava composta por 24 integrantes de diversos órgãos ligados à Justiça brasileira, tais como STF, TRF/1, PGR, AGU, PR, TCU, MPM, MP-AM, JMU.

O voo com a delegação partiu de Brasília (DF), na manhã da quinta-feira (26), em direção à Manaus (AM), onde teve a oportunidade de conhecer a estrutura da Força Aérea Brasileira (FAB) para aquela região, por meio de uma visitação às unidades aéreas da ALA 8 (Base Aérea de Manaus). Nessa mesma data, ainda pôde compreender as peculiaridades do Exército Brasileiro na vasta Região Amazônica, por meio de uma exposição do General de Exército César Augusto Nardi de Souza, Comandante Militar da Amazônia. Logo após, foi realizada uma instrução prática sobre alimentos de origem vegetal pelo Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) e, na sequência, os convidados também puderam visitar o zoológico do Centro, no qual o Exército recebe, recupera e repõe ao seu habitat natural inúmeras espécies da fauna amazônica.

Na sexta-feira, com o apoio aéreo da FAB, a comitiva conheceu as instalações do 5º Pelotão Especial de Fronteira, situado em Maturacá, no sopé do maciço do Pico da Neblina, onde o Exército está plenamente integrado às comunidades indígenas Yanomamis, desde 1989, garantindo a soberania nacional, a transmissão de valores patrióticos e difundindo a cidadania brasileira aos habitantes daquela inóspita região do Brasil.

No último dia, os participantes puderam constatar o relevante papel desempenhado pelo Hospital de Guarnição de São Gabriel da Cachoeira, por meio do qual o Exército proporciona uma imprescindível assistência de saúde, não somente aos militares e suas famílias, mas também à toda a população nativa que recorre à unidade de saúde do Exército como única alternativa em um raio de centenas de quilômetros.

Por fim, a tropa da 2ª Brigada de Infantaria de Selva, liderada por seu comandante, General de Brigada Omar Zendim, deu mostras do elevado nível de profissionalismo, amor à Pátria e de sacrifício em prol da conservação da Amazônia brasileira, oportunidade em que foi realizada uma formatura no pátio da Brigada Rio Negro. Nessa ocasião, ficou ressaltada a perfeita integração do Exército com as comunidades indígenas dos entornos, as quais fornecem inúmeros soldados às suas fileiras. Tais ideais são dispendidos diuturnamente pelos militares brasileiros que servem naquela região do País conhecida como “Cabeça do Cachorro”.

Ao término das atividades, foram conferidos, simbolicamente, aos participantes o “diploma de defensor da Amazônia”, a fim de que se recordem e retransmitam, nas respectivas esferas de atuação, a realidade vivenciada nessa imensa e riquíssima região brasileira, cuja população sofre, em iguais proporções, uma enorme carência da ação estatal.

Por ocasião do término da atividade, diversas autoridades do Poder Judiciário expressaram, via documento oficial, sentimentos de agradecimento e reconhecimento pelo extraordinário trabalho das Forças Armadas naquela região. Cabe destacar o da Professora-Doutora Siegrid Guillaumon, da universidade de Brasília (UnB), o do Procurador-Geral de Justiça Militar, Dr Jaime de Cassio Miranda, e o do Subprocurador-Geral de Justiça Militar, Dr Edmar Jorge de Almeida

 

Veja aqui alguns dos documentos recebidos:

.: Procurador-Geral de Justiça Militar.

.: Subprocurador-Geral de Justiça Militar.

.: Professora Doutora Siegrid Guillaumon, da UnB.

 

 


Fonte:Gab Cmt Ex