Após gestão, Guarnição de Tefé atinge 100% de disponibilidade de viaturas

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 25 jul 2018
Crédito: ST Claudimir

Tefé (AM) – Cinco meses após a racionalização administrativa e 98 ordens de serviço abertas para manutenções preventiva e corretiva em 2º escalão, a guarnição de Tefé (AM) atingiu 100% de disponibilidade de viaturas em 24 de julho de 2018, partindo de um índice de 65% de disponibilidade.

A racionalização administrativa consistiu em retirar, do comando da 16ª Brigada Infantaria Selva (16ª Bda Inf Sl) e das demais organizações militares da guarnição, os encargos da execução da logística operacional nas funções logísticas de suprimento (Classe I, Classe III, Classe V – Armamento, Classe VI e Classe IX), manutenção (viaturas, armamento e embarcações) e transporte, delegando essa atribuição para a 16ª Base Logística (16ª Ba Log).

Nesse sentido, foram extintas as cinco oficinas de manutenção e transporte da guarnição, formando apenas uma oficina de manutenção 2º escalão, centralizando todo o suprimento classe IX na 16ª Ba Log, a fim de permitir a visibilidade logística nas aquisições, evitando a compra de suprimentos já existentes.

Também foram criados dois Pelotões de Transporte, responsáveis pelo transporte e manutenção de 1º escalão de seus meios, sendo um no Forte Curupaity (16ª Ba Log,  17ª BIS e 16ª Pel Com) e outro no Forte Sepé Tiaraju (Comando da 16ª Bda Inf Sl, Companhia de Comando da 16ª Bda Inf Sl e 34° Pel PE).

A gestão implantada não alterou o QCP/QDM das organizações militares envolvidas e também não houve a transferência de militares ou passagens de carga de maquinário ou ferramental. Os militares apenas passaram a trabalhar conjuntamente nas instalações concebidas, diminuindo os efetivos e instalações, mas mantendo os recursos humanos mais capacitados focados na atividade finalística.



Fonte:16ª Ba Log

Crédito: ST Claudimir