Em Brasília, Projeto Atendimento Integrado Odontológico inicia Curso de Emergências Médicas.


Publicação: Qua, 11 jul 2018 15:24:00 -0300

Brasília (DF) – Teve início, no Hospital Militar de Área de Brasília (HMAB), Curso de Emergências Médicas em Odontologia, como parte do Projeto Atendimento Integrado Odontológico (ATINO). que objetiva construir uma referência para o serviço de saúde odontológica no âmbito da 11ª Região Militar (11ª RM) e Comando Militar do Planalto (CMP). O foco do ATINO gira em torno da filosofia: "o melhor militar, no melhor local e no melhor momento". Diante disso, será levado a cabo, na organização militar de saúde, um ciclo de capacitação e aperfeiçoamento do pessoal.

Promovido e organizado pela Divisão de Odontologia do HMAB, o curso foi planejado para atender a 150 dentistas, abrangendo todos os profissionais que atuam na 11ª RM e CMP. Planejado para ser realizado em duas etapas, a curso já capacitou 60 dentistas na região de Brasília.

O curso tem por finalidade preparar o profissional para intervir nas principais emergências médicas no consultório odontológico, conscientizando e alertando o profissional quanto a suas responsabilidades dentro e fora do local onde trabalha. O programa segue conforme protocolos atualizados, seguindo Diretrizes Internacionais da Associação Americana do Coração (AHA) e Aliança Internacional dos Comitês de Ressuscitação (ILCOR) para Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) e Desfibrilação Externa Automática (DEA) e Primeiros Socorros.

Cabe salientar que a aquisição de equipamentos, bem como o treinamento para utilização deles, faz parte de um conjunto complexo que visa verdadeiramente salvar vidas. Ações isoladas geram gastos desnecessários e não são efetivas para controlar situações de emergência, tão pouco dar uma “segunda chance” para aquelas vítimas de parada cardíaca.

Portanto, preparando os dentistas da 11ª RM e CMP para atender a todas as demandas que sejam propostas, com base em diretrizes nacionais ou internacionais, realizando treinamentos dinâmicos, rápidos, otimizados e atingindo resultados impressionantes, é que realmente se pode "salvar vidas".

Estiveram presentes na abertura do evento o General de Brigada João Denison Maia Correia, Comandante da 11ª Região Militar; o Coronel Roosevelt Louback de Carvalho, Diretor do HMAB; e o Coronel José Roberto Luca Reis, Gestor do Serviço Odontológico Regional.

 

Emergências Odontológicas

O pronto-atendimento é de extrema importância nas situações de emergência, pois mantém o paciente em condições de aguardar o suporte avançado com segurança. Porém, em muitos casos, o paciente tem o seu estado agravado pela falta de preparo do profissional, bem como a ausência de equipamentos apropriados. Alguns estudos mostram que a incidência de emergências médicas envolvendo pacientes, familiares, acompanhantes e membros da equipe odontológica são mais frequentes do que imaginamos.

Apesar dos esforços em conscientizar e difundir doutrinas sobre o assunto, a formação dos profissionais de odontologia na área de emergências médicas ainda é insuficiente. Estudos tem demonstrado que os cirurgiões-dentistas brasileiros ainda não estão totalmente preparados para gerenciar emergências médicas e têm formação insuficiente em manobras de Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP).

 

 


Fonte:HMAB