Aeronaves Fennec e Pantera são empregadas na Operação Boina Azul, que finalizou a fase comum da Instrução Individual de Qualificação dos soldados incorporados em 2018 no 3º Batalhão de Aviação do Exército.

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 20 jun 2018
Crédito: 1º Sgt Alves

Campo Grande (MS) – Nos dias 14 e 15 de junho, os soldados incorporados no corrente ano no 3º Batalhão de Aviação do Exército (3º BAvEx) realizaram, nas instalações do Sítio Pouso do Aviador, a Operação Boina Azul. O exercício foi conduzido pelo efetivo profissional da Esquadrilha de Comando e Apoio (ECAp) do  Batalhão. Durante o período, foram ministradas instruções teóricas em sede e, em seguida, ocorreu um exercício no terreno para pôr em prática os ensinamentos adquiridos.

Foram empregadas duas aeronaves HA-1 Fennec e uma aeronave HM-1 Pantera para executar uma  Infiltração Aeromóvel de dois Pelotões. Após o desembarque, os instruendos participaram de uma Patrulha de Neutralização e de tomada de um ponto sensível no aeródromo do Sítio Pouso do Aviador, em Campo Grande (MS).

O exercício no terreno teve como finalidade coroar o encerramento da Fase Comum da Instrução Individual de Qualificação (IIQ).

No retorno do exercício, instrutores e instruendos foram recebidos pelo Comandante do 3º BAvEx, que comandou a continência ao terreno e ressaltou a importância do uso da boina azul que distingue as tropas da Aviação do Exército.



Crédito: 1º Sgt Alves