Operação São Cristóvão: Exército apresenta os resultados após normalizar serviços à população.


Brasília (DF) – Passado o período crítico de desabastecimento de produtos considerados prioritários para a população e com o restabelecimento da normalidade após o fim da paralisação dos caminhoneiros, o Comando de Operações Terrestres (COTER) realizou um balanço da atuação do Exército Brasileiro na Operação São Cristóvão. As ações desencadeadas tiveram papel relevante no desenrolar da situação, possibilitando a livre circulação de veículos nas rodovias do País.

Foram mais de 17 mil militares empregados e quase 3.000 viaturas envolvidas, além de 60 blindados, 28 aeronaves e quatro embarcações.

Dentre as ações desempenhadas pelo Exército, destacam-se as escoltas de caminhões de transporte de itens essenciais e a garantia do acesso a locais de produção ou distribuição desses produtos. Além disso, também se efetuou desbloqueio de vias, negociações com manifestantes, patrulhas, reconhecimentos aéreos e terrestres, bem como foram estabelecidos postos de segurança estáticos e postos de bloqueio e controle de estradas em diversas rodovias.

As ações totalizaram 948 escoltas a veículos de transporte, sendo que, desses, 574 foram realizadas com o apoio de outras agências governamentais e órgãos de segurança pública. Destaca-se, aqui alguns números relevantes dessas escoltas, como: 14.947 caminhões-tanques com óleo diesel, gasolina e/ou álcool, que transportaram cerca de 500 milhões de litros de combustível; 455 caminhões com querosene para aviação, que totalizou pouco mais de três milhões de litros transportados; e, quanto ao gás de cozinha, foram aproximadamente mil caminhões escoltados com esse produto.

Dentre os veículos de diversos portes escoltados contendo outros produtos essenciais à população, destaca-se o transporte de alimentos, com um total de 753 caminhões escoltados; e 462 veículos com insumos hospitalares. As aeronaves também contribuíram com as ações desencadeadas, totalizando quase 170 horas de voo.

 

Relembre a Operação São Cristóvão

Do dia 25 de maio a 4 de junho de 2018, após decreto presidencial, o Exército Brasileiro recebeu a missão de atuar, junto a órgãos de segurança pública, na desobstrução das vias públicas federais necessárias à livre circulação de veículos, devido à paralisação de caminhoneiros e à crise causada pelo desabastecimento de combustível e de gêneros essenciais para a população, como os alimentícios e hospitalares. A atuação se estendeu, posteriormente, para a desobstrução vias públicas estaduais, distritais ou municipais, mediante solicitação de chefes do executivo nos três níveis.

A finalidade da operação de garantia da lei e da ordem era colaborar com a preservação da ordem pública, a incolumidade das pessoas e do patrimônio, a proteção das infraestruturas críticas e a normalização da continuidade do abastecimento.

Uma vez mais o Exército Brasileiro demonstra estar sempre pronto para atuar em prol da Nação, em todo tipo de missão em que for solicitado, respeitando, acima de tudo, a legalidade e a legitimidade de suas ações.



Fonte:Agência Verde-Oliva