Semana do 176º Aniversário de Criação do Batalhão

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 21 mai 2018

 

Corumbá (MS) – O 17º Batalhão de Fronteira realizou, de 15 a 18 de maio, as comemorações alusivas ao seu 176º aniversário de criação.

No dia 16, foi realizado uma celebração ecumênica de Ação de Graças, para agradecer por todas as conquistas obtidas pelo cumprimento fiel da missão. A celebração foi conduzida pelo Capelão Militar da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, Segundo-Tenente Anderlan Róbson Lima Fernandes. Como convidados, participaram o Pastor André Campos, presidente do Conselho Regional de Ministros Evangélicos de Corumbá, e o Sr Elano Holanda de Almeida, representante da União Regional Espírita de Corumbá.

Foram realizadas, também, atividades desportivas entre as Companhias, como futebol de campo, revezamento com fuzil, cabo de guerra e atletismo.

Para encerrar as comemorações, foi realizada uma formatura militar, que contou com a presença do comandante da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira, Gen Bda Ricardo Piai Carmona, e demais comandantes de organizações militares subordinada à Brigada. Durante a solenidade, o comandante do Batalhão destacou o espirito de cumprimento de missão, o empenho e força de vontade dos militares do Batalhão, que se assemelham aos grandes feitos do Marechal Antônio Maria Coelho.

 

O 17º Batalhão de Fronteira

Suas origens remontam de 14 de maio de 1842, data da criação do Corpo Provisório de Caçadores de Minas Gerais na cidade de Ouro Preto. Denominado de 21° Batalhão de Caçadores durante a guerra da Tríplice Aliança, obteve memoráveis vitórias nas batalhas de Laguna, Bela Vista e Machorra.

A partir de 1920, passa a denominar-se 17º BC, mantendo a tradição histórica do Corpo de Caçadores e legendário 21º BC.

Em 1986 recebeu a denominação histórica de “Batalhão Antônio Maria Coelho”, em homenagem ao herói da retomada de Corumbá durante a Campanha do Paraguai, um dos mais empolgantes feitos de armas do que se pode orgulhar o Exército Brasileiro.

Por fim, em 1994, passou a denominar-se 17° B Fron, sendo hoje uma organização militar de emprego peculiar em operações no pantanal, com a missão de conduzir os Estágios de Operações no Pantanal (EOPAN), destinados a oficiais e sargentos da área do CMO.



Fonte:17° B Fron