Feitos de Villagran Cabrita eternizam seu exemplo e transmitem ideais de luta a todos os Engenheiros.

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 12 abr 2018

Rio de Janeiro (RJ) – De 8 a 10 de abril, o 1º Batalhão de Engenharia de Combate (Es) – 1º BE Cmb (Es) – realizou diversas atividades alusiva ao Dia da Arma de Engenharia, dentre elas, uma exposição de material de engenharia e um passeio ciclístico.

No dia 8 de abril, ocorreu o 29º Passeio Ciclístico alusivo à data, que teve a participação da comunidade de Santa Cruz. No dia 10, houve a formatura no 1º BE Cmb (Es), presidida pelo antigo Comandante do Exército, General de Exército Enzo Martins Peri. A cerimônia contou com frações do 5º Grupamento de Engenharia, do 1º Batalhão de Engenharia Combate (Es), do Pelotão do 4º Batalhão de Engenharia de Combate, do 1º Pelotão de Engenharia de Combate Paraquedista e do Pelotão de Engenharia dos Fuzileiros Navais.

Durante a solenidade, o Sabre de Villagran Cabrita foi conduzido pelo Aspirante a Oficial de Engenharia Márcio Rosa Braz, da turma de 2017, da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), simbolizando a continuidade das tradições da Arma.

Tenente-Coronel João Carlos de Villagran Cabrita tornou-se Patrono da Arma de Engenharia, devido a seus feitos heroicos como comandante do Batalhão de Engenheiros na Campanha da Tríplice Aliança, eternizando seu exemplo e transmitindo, ao longo do tempo, seus ideais de luta e de vitória aos nobres engenheiros.

No decorrer da formatura, foi realizada a aposição de uma corbelha de flores junto ao busto de Villagran Cabrita pelo Sr Luiz Carlos de Villagran Cabrita, tetraneto do Patrono da Arma, acompanhado de autoridades militares. Logo após, foram prestadas as Honras Militares, com a execução do Toque de Patrono.

O evento contou com as presenças do Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Mauro Cesar Lourena Cid; do antigo Comandante do 1º BE Cmb (Es), General de Exército Oswaldo de Jesus Ferreira, antigo integrante do Alto-Comando do Exército; de outros oficiais-generais da ativa e da reserva; de comandantes de organizações militares; de autoridades civis e militares; de alunos da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (de Engenharia); de Cadetes da AMAN do Curso de Engenharia; e de alunos do Colégio Militar do Rio de Janeiro.



Fonte:1º BE Cmb (Es)