Durante operação na Fronteira, militares do 2º PEF apreendem embarcação que seguia para o Peru contrabandeando animal silvestre, cartuchos de munição e outros produtos ilegais.

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 20 mar 2018

Tabatinga (AM) – No dia 15 de março de 2018, por volta das 12h, durante uma revista de rotina no Posto de Controle e Interdição Fluvial (PCIFlu) diuturno, do 2º Pelotão Especial de Fronteira, localizado na margem direita do Rio Içá, na Comunidade de Ipiranga (AM), próximo à fronteira com a Colômbia, foram encontrados, escondidos, no porão de uma embarcação de bandeira peruana, 400 quilos de pescado ilegal (pirarucu), um animal silvestre (Quelônio) e dois mil cartuchos de munição cal.16 envoltos em supostas caixas de leite. O material estava na responsabilidade do tripulante peruano. Tanto a embarcação quanto o material apreendido iriam para Iquitos, no Peru.

Fatos do mesmo tipo são corriqueiros na região dos quatro Pelotões Especiais de Fronteira, não só nos limites com a Colômbia, nas também com o Perú.

Outro fato semelhante foi o ocorrido no dia 31 de janeiro deste ano, quando, na execução de uma Operação de Reconhecimento de Fronteira (ReFron), uma embarcação suspeita com três indivíduos, que trocaram tiros com a patrulha e logo após fugiram.

O Comando do de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva possui, nas calhas dos rios Iça e Japurá, os seus quatro Pelotões Especiais de Fronteira, sendo eles: 1º PEF (Palmeiras do Javari), 2º PEF (Ipiranga), 3º PEF (Vila Bittencourt) e 4º PEF) Estirão do Equador).

Ações de repressão aos ilícitos transfronteiriços prosseguem inalterados, reforçando o compromisso do Exército Brasileiro com o cumprimento de sua missão institucional, 24 horas por dia, 7 dias por semana.



Fonte:Cmdo Fron Solimões/8º BIS