Operação Escudo destrói garimpo ilegal encontrado na Selva Amazônica e apreende materiais e equipamentos.

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 23 fev 2018

Boa Vista (RR) – No dia 21 de fevereiro de 2018, no contexto da Operação Escudo e cumprindo seu papel constitucional de combater crimes ambientais na faixa de fronteira, conforme estabelecem as Leis Complementares 97/1999, 117/2004 e 136/2010,  a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), por intermédio do Comando de Fronteira Roraima/7º Batalhão de Infantaria de Selva, realizou uma incursão com 30 homens em três helicópteros do Exército, no garimpo do Mutum, no alto do Uraricoera, a noroeste do estado, na região da Terra Indígena Yanomami.

Durante a aproximação das aeronaves, foi possível observar a fuga de sete embarcações de pequeno porte, que deixaram para trás materiais e equipamentos utilizados na garimpagem ilegal, como motor de popa, motosserra, geradores de energia, equipamento rádio comunicador YAESU, roupa de mergulho e carotes vazios de 50 litros. Além desses achados, foram apreendidos no local, ainda, duas armas de fogo, uma de calibre 28 e outra de calibre 22, e grande quantidade de bebidas alcoólicas, inclusive destiladas.

Na ocasião, foram detidas cerca de 60 pessoas, dentre homens e mulheres para averiguação e demais procedimentos.

Desde o mês de janeiro, a Operação Escudo foi intensificada e se manterá de forma ininterrupta durante todo o ano de 2018.



Fonte:1ª Bda Inf Sl