Alunos de Colégios Militares de todo o Brasil têm extraordinária experiência em simulação da ONU em Harvard.


Brasília (DF) – No mês de janeiro, uma delegação do Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB) esteve nos Estados Unidos da América (EUA), com a finalidade de participar da Harvard Model United Nations (HMUN) na Cidade de Boston. Trata-se de uma simulação de órgãos das Nações Unidas (ONU), em nível mundial, organizada e conduzida pela Universidade de Harvard, com a presença de estudantes de ensino médio de 40 países. O tema central do evento internacional deste ano foi “Empoderamento e a Educação”.

Os 13 alunos participantes foram selecionados durante o 2º Desafio Global do Conhecimento, realizado em Brasília, em outubro de 2017, sendo que cada Colégio Militar teve um representante. Eles integraram vários comitês da Assembleia Geral da ONU, durante a simulação. Além deles, a comitiva também esteve composta pelo Supervisor do Projeto da Diretoria de Educação Preparatória e Assistencial (DEPA) e por duas oficiais da área de ensino do Colégio Militar de Brasília.

A atividade exigiu, antes da partida, uma concentração, ocorrida em Brasília (DF), que objetivou nivelar o conhecimento dos participantes. Nesse período foram abordadas questões relevantes, como o papel da ONU nas soluções de problemas globais e a geopolítica internacional como instrumento de negociação.

Após uma visita à sede da ONU em Nova Iorque, a delegação partiu para Boston, para a cerimônia de abertura do evento, conduzida por professores e universitários de Harvard. Em seguida os trabalhos dentro dos diversos comitês da Assembleia Geral da ONU tiveram início.

Ainda seguindo o caledário de atividades, no dia 26, a comitiva foi recebida por dois estudantes de Harvard, ex-alunos do SCMB.

A tarefa dos alunos durante o HMUN foi árdua durante todo o período da simulação, mas o desempenho deles foi excepcional. “Foi muito vibrante ver o empenho, a dedicação e o comprometimento de nossos alunos na defesa de seus pontos de vista, por ocasião dos debates realizados nos diversos comitês”, salientou o Cel Marco Antonio, chefe da delegação brasileira do SCMB.

O Departamento de Educação e Cultura do Exército, por meio da DEPA, vê na atividade de simulação das Nações Unidas, elevado potencial educativo, por desenvolver, de forma interdisciplinar, várias áreas do conhecimento, especialmente ligadas às ciências humanas e linguagens, e ainda como forte instrumento de desenvolvimento de liderança e inteligência emocional.

Para o Aluno Abdala, do Colégio Militar do Rio de Janeiro, oportunidades como essa mostram um caminho claro para o futuro. ‘‘Quando eu entrei no Colégio Militar, não imaginava que teria oportunidades que iriam para além da sala de aula, e eu acredito que essas são atividades que formam os cidadãos brasileiros que devemos ser”, disse.

 

Leia, aqui, o jornal completo elaborado pelos alunos sobre o evento.

 



Fonte:Agência Verde-Oliva