Exército Brasileiro atua firmemente em combate aos delitos transfronteriços no Norte do País.

${the_title} - ${company_name}

Crédito: CMA e Sd Rafael (CCOMSEx)

Tabatinga (AM) – Em meio às grandes apreensões de entorpecentes realizadas pelo Comando de Fronteira Solimões e 8° Batalhão de Infantaria de Selva (CFSOL/8º BIS), na região fronteiriça do País, o Comandante Militar da Amazônia, General de Exército Geraldo Antonio Miotto, esteve em visita a Tabatinga nos dias 15 e 16 de janeiro, quando destacou a prontidão permanente da tropa, o adestramento contínuo, o espírito de corpo e a disposição para o cumprimento da missão.

Durante sua estada, o Gen Miotto conversou com os militares e parabenizou o Batalhão pelas operações contínuas de combate aos crimes na faixa de fronteira. Acompanhado do General de Brigada Pinto Sampaio, Comandante da 16° Brigada de Infantaria de Selva (16° Bda Inf Sl), ele enfatizou a atuação de sucesso dos militares do 3° Pelotão Especial de Fronteira (3° PEF) que, na primeira semana do mês de janeiro, realizou apreensões que somaram quase duas toneladas de maconha do tipo “Skank”. Clique aqui e assista a notícia da primeira apreensão deste ano.

A equipe de produção e divulgação do Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEx) e a Comunicação Social do Comando Militar da Amazônia (CMA) acompanharam a visita com a finalidade de produzir um vídeo institucional sobre a atuação o Exército Brasileiro na faixa de Fronteira.

Para assistir o vídeo, fique atento às nossas mídias sociais.

 

Relembre as apreensões que ocorreram na região

Nas primeiras horas do dia 1º de janeiro, os militares do 3° PEF, abordaram uma embarcação colombiana que transportava 750 kg de “Skank”. Nessa ocorrência, foram presos dois traficantes colombianos. Menos de uma semana depois, no dia 4 de janeiro uma nova embarcação, que transportava 1,2 tonelada de “Skank” foi interceptada e os traficantes entraram em confronto com os militares, ferindo um soldado e um sargento gravemente. O CMA mobilizou os meios e fez a evacuação noturna dos feridos para o Hospital de Guarnição em Tabatinga. O traficante, que havia fugido da embarcação, foi encontrado na margem do Rio Japurá e chegou a disparar contra os militares, mas foi atingido fatalmente pelos soldados.

As ações de repressão e combate aos ilícitos transfronteiriços seguem inalteradas em toda a faixa de fronteira da Amazônia, reforçando o compromisso constitucional, 24 horas por dia, 7 dias por semana.



Fonte:Agência Verde-Oliva

Crédito: CMA e Sd Rafael (CCOMSEx)