Exército Brasileiro e Conselho Nacional de Justiça destroem, no Recife, mais de mil armas apreendidas.

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 20 dez 2017

Recife (PE) – No dia 19 de dezembro, o Comando da 7ª Região Militar, por intermédio do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados, realizou, no 4º Batalhão de Polícia do Exército, a solenidade de destruição de 1.141 armas, procedentes do Acordo de Cooperação Técnica, firmado entre o Conselho Nacional de Justiça e o Exército Brasileiro, celebrado em 21 de novembro.

Essa atividade de destruição de armamentos faz parte da Operação Vulcão, desencadeada pelo Exército Brasileiro em todo o território nacional, com o objetivo de receber armas destinadas à destruição ou à doação por parte dos Tribunais de Justiça existentes na área sob a jurisdição da 7ª Região Militar, que abrange os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Participaram da cerimônia o Comandante da 7ª Região Militar, General de Divisão José Luiz Jaborandy Rodrigues, o Desembargador Federal Manoel Erhardt, Presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, e o Juiz Estadual Mozart Valadares, diretor do Fórum da Capital, além de outras autoridades civis e militares.

Acompanhe, aqui, a Operação Vulcao em todo o Brasil.



Fonte:7ª RM