Militar do Exército Brasileiro é o único sul-americano a conquistar pódio em ultramaratona na Grécia.


Publicação: Qua, 06 Dez 2017 17:18:00 -0200

Brasília (DF) – 85 horas 57 minutos e 22 segundos. Esse foi o tempo que garantiu o terceiro lugar geral ao 2º Tenente Flávio Vieira, de 48 anos, na ultramaratona realizada na Grécia, no período de 18 a 22 de novembro. A edição 2017 da Authentic Phidippides Run, ultramaratona de 490 km, reúne atletas do mundo inteiro para um desafio que requer preparo físico, persistência, disciplina e, acima de tudo, muita coragem. Em três edições, apenas 32 corredores conseguiram concluir a prova, que é considerada uma das provas mais desgastantes do mundo.

Em um trajeto histórico, os corredores partiram de Atenas até Esparta, metade da prova, e retornaram para Atenas, reproduzindo os passos do lendário soldado grego Phidippides. Segundo o historiador Heródoto, durante a invasão persa em 490 a.C., Phidippides foi enviado pelo General Milcíades a Esparta para pedir reforço. O soldado cumpriu a missão o percurso a pé, sem descansar, e retornou a Atenas.

Segundo o Tenente Flávio Vieira, os atletas tiveram que suportar várias condições adversas. “O percurso iniciou ao do nível do mar, com variações ao longo do trajeto de mais de 1200 m de altitude; mudanças de temperatura dos 5° aos 17°C; chuva; escuridão; cansaço; sono; dor; além de trechos sem sinalização”. Durante toda a prova, Flávio contou apenas com uma hora e meia de sono.

Quando questionado sobre o que o motiva a participar de uma competição como essa, o atleta responde de maneira direta: “Correr me faz sentir vivo!”. E assim, de maneira simples, o tenente segue devotado ao atletismo, com a dedicação e a disciplina de um bom soldado.


Fonte:O Atleta