Semana Nacional de Ciência e Tecnologia tem participação do Exército, que apresenta novidades.

${the_title} - ${company_name}

Publicado em: 27 out 2017
Crédito: 1º Ten Edvaldo

Brasília (DF) – Com o objetivo de promover a congregação de instituições e divulgar a produção científica à população, utilizando uma linguagem acessível, a 14ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) acontece até o próximo dia 29 de outubro. Em 2017, o tema escolhido para o evento foi "A Matemática está em tudo". Por intermédio de suas organizações militares, o Exército Brasileiro tem prestigiado o evento desde sua primeira edição, apresentando à sociedade os sistemas e materiais de alto valor tecnológico que a Instituição obtém ou desenvolve para o cumprimento de suas missões.

Em Brasília, a SNCT está sendo realizada no Parque da Cidade, em Brasília, Capital Federal. O Exército colocou em exposição viaturas blindadas Guarani, além de uma das viaturas componentes do Sistema Astros 2020, ambas são focos de alguns dos programas estratégicos da Força. Aluno do Sistema SENAI, em Taguatinga (DF), Lucas Bento, 16 anos, impressionou-se com a visita. "Vi algumas coisas que só tinha visto em filmes. Nunca tive a oportunidade de ver de perto essas viaturas do Exército e gostei bastante da experiência", declarou.

Outro estande bastante visitado foi o do 2º Centro de Geoinformação (2º CGEO), que apresentou novidades, como a implantação do Data Center Coronel Ricardo Franco, que hospedará os dados e sistemas corporativos do Exército, além de sistemas de mapeamento com uso de técnicas de interferometria. "Esse sistema permite o monitoramento de regiões isoladas e possibilita, por exemplo, verificar a altura da vegetação de florestas primárias da Amazônia", explica o 1º Ten Gilmar, do (2º CGEO).

O Colégio Militar de Brasília também apresentou resultados de pesquisas desenvolvidas por seus alunos. Foi o caso do programa de célula braile, que permite a impressão de textos em braile, além de um jogo para computadores denominado "Math City", um RPG educativo, que propõe desafios e explora a história da matemática. Os trabalhos foram desenvolvidos no Clube de Robótica, respectivamente, pelos Alunos Ítalo e Bruno Matuda, ambos do 1º Ano do Ensino Médio.



Fonte:Agência Verde-Oliva

Crédito: 1º Ten Edvaldo